Paulistana Nota Dez

Renata Quintella saiu às ruas para ajudar desconhecidos

A roteirista criou uma página na internet com a mesma finalidade

Por: Júlia Gouveia

Paulistano Nota Dez
"Não vou salvar o mundo, mas gosto da ideia de despertar uma luz dentro das pessoas" (Foto: MARIO RODRIGUES)

Parecia cena daqueles enredos edificantes de Hollywood, criados sob medida para valorizar o espírito natalino. Como se fosse um anjo urbano, uma jovem munida de um maço de flores abordava desconhecidos a esmo na rua, com a seguinte pergunta: o que eu posso fazer por você agora? Um aniversariante ganhou dela uma festa improvisada, enquanto uma mulher recebeu ajuda providencial para carregar uma sacola pesada.

A responsável por isso, a roteirista Renata Quintella, de 39 anos, escolheu o bairro de Pinheiros para mostrar como era possível com gestos simples alegrar a vida dos outros. Na ação realizada em 5 de junho, que recebeu o nome de Jornada, dez pedestres foram abordados durante a caminhada. “Alguns estranharam no começo, mas, quando viram que eu só queria dar uma mão, ficaram emocionados”, lembra Renata.

O projeto ganhou uma dimensão maior quando ela criou, em seguida, uma página no Facebook para falar da iniciativa. Esse endereço, que já conta com cerca de 5 000 membros, acabou se tornando uma espécie de rede do bem virtual. Ali os participantes postam os seus pedidos, enquanto outros internautas, inspirados pelas atitudes de Renata, oferecem apoio. “Sei que não vou salvar o mundo,mas gosto da ideia de despertar uma luz dentro das pessoas”, afirma ela.

Cerca de quarenta paulistanos já foram beneficiados pelo canal. Um deles foi o assistente administrativo Thiago Rodrigues, de 25 anos, que tem síndrome de Down. Por falta de dinheiro, ele nunca havia conseguido realizar o sonho de conhecer a Disney, em Orlando. Sensibilizada com a história, Renata levantou sozinha 8 000 reais para bancar a viagem. Thiago vai embarcar para os Estados Unidos no próximo dia 15.

Em parceria com a produtora Vila Filmes, a criadora da Jornada pensa em transformar o negócio em uma série de televisão. “O que eu quero agora é tempo para poder fazer cada vez mais”, afirma.

Nome: Renata Quintella

Profissão: roteirista

Realidade que transformou: saiu às ruas para ajudar desconhecidos e criou uma página na internet com a mesma finalidade

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO