exposição

Regina Silveira apresenta nova individual, 'Offscale'

A maioria dos trabalhos tratam sobre mãos, signos recorrentes na produção da artista gaúcha

Por: Livia Deodato - Atualizado em

Regina Silveira Ovo Offscale
'Touch': painéis com marcas ocupam uma das salas da galeria (Foto: João Luiz Musa)

Desde os anos 70, as mãos são marcas recorrentes na produção da artista gaúcha Regina Silveira. Em sua última individual, em 2008, na então Galeria Brito Cimino, elas apareciam estampadas em impressões. Agora, trabalhos novos e antigos em várias dimensões, a maioria sobre o movimento das mãos, são apresentados em Offscale, na Luciana Brito Galeria.

O nanquim de A Arte de Desenhar (1982) demonstra ironia com o ensino da arte, que comumente usa a mão como objeto de estudo, enquanto Touch (2013) é formado apenas pela marca delas em enormes mó-dulos. “De lá pra cá, meu trabalho sofreu uma transformação poética”, diz Regina.

No recente mármore Classic e na animação digital Una Vez Más, de dois anos atrás, o dedo médio está levantado. Em outra sala, um ovo gigante é inserido em um pântano cheio de crocodilos adesivados. Intitulada Dark Swamp (Ninho), a obra de 2011 revela um retorno às pragas da exposição de 2008. R$ 12 000,00 a R$ 150 000,00.

Fonte: VEJA SÃO PAULO