Mistérios da Cidade

Região da 25 de Março já vende produtos relacionados à Copa

Chocalhos, tambores, apitos, recorecos e uma dúzia de tipos de corneta dominam as prateleiras, também repletas de chapéus, perucas, óculos, bandeiras e máscaras

Por: Henrique Skujis - Atualizado em

25 de Março Copa_2158
Lojas da região da rua 25 de Março já vendem produtos relacionados à Copa (Foto: Mario Rodrigues)

O pico de vendas de produtos relacionados à Copa na região da Rua 25 de Março começa em maio, mas o maior centro comercial a céu aberto da América Latina já entrou no clima do Mundial da África do Sul. “Pena que o torneio só ocorra a cada quatro anos”, diz Marcelo Mouawad, diretor da Univinco, a associação dos lojistas. “Os negócios nesse período perdem apenas para o Natal.” Pelas bugigangas expostas em boa parte das 3 000 lojas da região, podemos esperar muito barulho quando a seleção entrar em campo. Chocalhos, tambores, apitos, recorecos e uma dúzia de tipos de corneta dominam as prateleiras, também repletas de chapéus, perucas, óculos, bandeiras, máscaras, camisas, bolas e bambolês. “Mesmo com a Páscoa logo aí, metade das nossas vendas já é de artigos da Copa”, comenta Adriana Nunes, gerente da Monita.

Fonte: VEJA SÃO PAULO