De volta

Fique de olho nas reestreias da semana

Espetáculos densos como Disney Killer e Hotel Lancaster retornam ao circuito com mais quatro peças

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Hotel Lancaster - Satyrianas 2012
Cena do espetáculo Hotel Lancaster, no Estação Caneca (Foto: Divulgação)

Conheça abaixo quais são as seis peças que reestreiam nos teatros de São Paulo:

  • De Philip Ridley. No drama, os gêmeos Presley e Haley (vividos por Darson Ribeiro e Juliana Calderón) ficam reclusos em um mundo próprio para se proteger — e se privar — da violência e da luxúria. Eles fazem uma dieta à base de chocolate e pílulas para dormir. A chegada de um homem misterioso, Cosmo Disney (papel de Dan Nakagawa), revoluciona a rotina dos irmãos. Um provocativo e certeiro torpedo direcionado à paranoia dos dias atuais. A encenação equilibra um forte realismo com elementos de fábula e consegue inquietar o espectador com seu discurso atual e relevante, apesar de se estender um pouco além da conta. Com Alexandre Tigano. Estreou em 09/09/2011.
    Saiba mais
  • De Mário Bortolotto. O comportamento doentio de dependentes de cocaína é foco de uma trama não maniqueísta. A ação desenrola-se num quarto de hotel vagabundo, no qual personagens marginais se encontram. Com Henrique Stroeter, Jorge Cerruti, Paulo Vinícius, Sergio Mastropasqua, Débora Ester, Carcarah, Thereza Piffer e Bebel Ribeiro. Estreou em 21/05/2002. Até 15/12/2015.
    Saiba mais
  • Adaptação de Francisca Braga para a obra de Eça de Queiroz. Escrito em 1878, o romance ganha forma de musical sob os acordes da bossa nova. Depois de transposta para a TV e para o cinema, a história de adultério e inveja é levada para a década de 50 — assim como no filme de 2007 — em montagem dirigida por Dan Rossetto. Seduzida por Basílio (Luiz Araújo), Luísa (Ligia Paula Machado) põe em risco seu casamento com Jorge (Fred Silveira) e vira alvo de chantagens da empregada Juliana (Isadora Ferrite). Seis instrumentistas, sob a direção musical de Dyonisio Moreno, embalam o elenco. Estreou em 05/06/2009. Até 25/11/2012.
    Saiba mais
  • Adaptação coletiva para obras do dramaturgo August Strindberg e do cineasta Ingmar Bergman. A caprichada produção francesa da companhia Les Mistons traz as brasileiras Nicole Cordery e Janaína Suaudeau no elenco da montagem que parte da peça A Mais Forte, de Strindberg, e do filme Persona, de Bergman. A conexão entre a palavra e o silêncio é o mote de um espetáculo de plasticidade impecável que usa a frieza a seu favor. Uma atriz que não fala e uma enfermeira incapaz de se calar encarregada de tratá-la são as personagens em um dúbio jogo de espelhos. Com Clara Carvalho. Estreou em 07/11/2009. Até 16/12/2012.
    Saiba mais
  • Criação e direção da Cia. São Jorge de Variedades, o espetáculo percorre 2 quilômetros das ruas da Barra Funda, começando na Praça Marechal Deodoro e terminando na Praça Nicolau de Morais Barros. O bairro começou a ser habitado no fim do século XIX. Imigrantes italianos trabalhavam na construção de ferrovias e montaram serrarias e oficinas mecânicas para atender aos moradores dos Campos Elíseos. A dramaturgia associa acontecimentos históricos às tragédias e comédias gregas para mostrar o progresso do lugar. Com 25 atores, entre eles Alexandre Krug, André Capuano, Flávio Porto, Patrícia Gifford, Paula Klein e Rogério Tarifa. Estreou em 4/5/2012. Até 21/12/2013.
    Saiba mais
  • Dirigida por Maria Thaís, a Cia. Teatro Balagan se uniu ao dramaturgo Leonardo Moreira para reconstruir a tragédia de Prometeu, o mito fundador da humanidade no mundo grego. Zeus incumbe seu aliado, o titã Prometeu (papel de Antonio Salvador), e o irmão dele Epimeteu da distribuição dos dons entre os seres vivos. Epimeteu assume a missão sozinho e se esquece dos homens. Com Ana Chiesa Yokoyama, Gisele Petty, Leonardo Antunes e outros. Estreou em 14/10/2011. Até 29/6/2014.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO