Beleza

Salões que fazem um corte na medida certa

Trabalho de visagismo ganha cada vez mais espaço nos centros de beleza paulistanos

Por: Claudia Jordão e Flora Monteiro

Salão de beleza - Red Door
O consultor Robson: trabalho de visagismo (Foto: Cida Souza)

O profissional aproxima uma régua especial do rosto da cliente e começa a fazer anotações de várias formas e medidas. Assim se inicia o trabalho de visagismo, que está se popularizando em alguns salões da cidade. O objetivo é fazer uma análise completa dos traços da pessoa antes de sugerir o corte que combina melhor com aquela personalidade, a maquiagem mais adequada e outros recursos estéticos.

+ Conheça os mimos e novidades dos salões paulistanos

No Red Door, a novidade é oferecida há quatro meses e tem um preço de tirar o fôlego: R$ 1.400,00. “Se necessário, indicamos como complemento o trabalho de cirurgião plástico e ortodontista”, diz o especialista Robson Trindade.

Outros salões, como o Tampopo, no Jardim Paulista, e o Capitu, na Vila Madalena, fazem consultorias mais simplificadas, não cobram taxas extras pelo serviço e não têm o hábito de indicar cirurgias.

Fonte: VEJA SÃO PAULO