Gastronomia

Receita do peru de Natal, por Matthew Shirts

A pedidos, o cronista de VEJA SÃO PAULO ensina a fazer o "peru da vovó Ida"

Por: Matthew Shirts - Atualizado em

Crônica - O peru paulistano
(Foto: Ilustração)

A farofa natalina da vovó Ida (Shirts)

 

Ingredientes:

20 xícaras grandes de pão de forma seco (por volta de 4 litros).

150 ml de sálvia seca "esmagada"*

4 a 6 ovos

200ml de aipo cortado em pedacinhos*

80 ml de salsinha fresca picadinha*

360 ml de noz pecã (natural, sem caramelo) cortada em pedacinhos*

2 cebolas de tamanho médio picadinhas

240 ml de cogumelos frescos picadinhos*

8 ml de sal*

2 ml de pimenta do reino*

250 g de manteiga

+ Leia a crônica completa de Matthew Shirts sobre o "Peru da Vovó Ida"

Modo de preparo:

Com três dias de antecedência, espalhe as fatias de dois ou três pacotes de pão de forma (aquele mais branquinho) por superfícies limpas e secas. Será preciso virar as fatias uma ou outra vez ao longo dos dias para conseguir secá-las bem, sem deixar mofar. Se o pão não estiver bem seco na hora de preparar o peru, acelere o processo levando as fatias ao forno baixo.

Refogue a salsinha junto das cebolas, aipo, cogumelos, noz pecã, e adicione o sal, pimenta e manteiga. Deixe esfriar (é muito importante deixar esfriar!!).

Bata os ovos em recipiente separado.

Numa tigela grande, quebre o pão em pequenos pedaços e misture bem com a sálvia.

Junte os ovos batidos à mistura refogada e acrescente o pão temperado com sálvia. É preciso usar as mãos para misturar bem.

Pronto! Esta mistura (stuffing, no inglês) deve ser colocada dentro do peru, como recheio mesmo. Ela cozinha junto com a ave.

Quando o peru estiver pronto, faça um molho a partir de uma redução da sua própria gordura, com a água do purê de batata (obrigatório servir junto) e um pouco de farinha de trigo.

Sirva o peru, a farofa, o molho e o purê juntos.

 

*A família Shirts usa o medidor de líquidos para quantificar os ingredientes secos. Recomendamos que você, leitor, faça o mesmo, como manda a tradição.

Fonte: VEJA SÃO PAULO