Mistérios da Cidade

Número de raios sobe 15,5% na cidade em janeiro

No dia 23 do mês passado, 1.736 descargas elétricas caíram sobre São Paulo

Por: Mauricio Xavier [Com reportagem de Carolina Giovanelli, Catarina Cicarelli, Daniel Salles e Isabela Villalba] - Atualizado em

Raio - São Paulo - 2204
Raio: um dos 1 736 que caíram no dia 23 de janeiro (Foto: Almeida Rocha/Folhapress)

Esta fotografia registrou um dos 1.736 raios que caíram no dia 23 de janeiro, quando São Paulo atingiu o segundo maior número de descargas elétricas desde 2000. O fenômeno cresceu 60% na cidade nos últimos cinquenta anos. No estado, a quantidade de relâmpagos em janeiro subiu 15,5% em relação ao mesmo mês do ano passado. Os dados vêm de uma análise que envolveu mais sete regiões brasileiras, realizada pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

“Aumento do número de habitantes, poluição e calor intenso favorecem as tempestades”, afirma o coordenador do Elat, Osmar Pinto Junior. A capital paulista é a segunda no ranking de mortes por essa causa — só perde para Manaus —, contabilizando catorze pessoas em dez anos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO