Comida

Rabada ganha destaque nos cardápios da capital

Novas versões do prato estão na medida para os dias mais frios

Por: Nathalia Zacarro - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Quando a temperatura começa a cair no inverno, a chef Andrea Kaufmann, responsável pelas caçarolas do AK Vila, na Vila Madalena, além de acender os aquecedores a gás da varanda, sabe o que fazer para agradar à clientela.

Desde o início deste mês, voltou a brilhar no cardápio a porção de varenique, um ravióli típico do Leste Europeu, difundido na cidade por representantes da colônia judaica. Só que em versão especial, acompanhada de uma vistosa rabada com osso. “É uma carne forte e um tanto gordurosa, por isso é muito requisitada nesta época”, diz a cozinheira.

Perto dali, o bar de tapas Venga! também percebeu o sucesso da sugestão nos dias mais frios. “Tivemos um aumento de 50% nas vendas de nossa receita desfiada com purê de gergelim”, conta Fernando Kaplan, um dos sócios da casa, que cobra 28 reais por ela.

+ Inverno: estimule seus cinco sentidos

+ Quatro endereços cervejeiros apresentam novidades para o inverno

Quem preferir degustar a pedida na forma de aperitivo poderá saborear as bem recheadas coxinhas do Twelve Bistro, em Pinheiros. Defensora das chamadas “carnes de segunda”, a chef Ana Luiza Trajano, do Brasil a Gosto, entrou na onda e está servindo, desde o mês passado, o rabo bovino cozido no tucupi. “Conheci essa mistura em uma viagem ao Acre. Ela faz muito sucesso entre os paulistanos”, garante.

Conheça as novas versões do prato na galeria de imagens.

Fonte: VEJA SÃO PAULO