Teatro

Quatro peças que disputam o Prêmio Femsa ganham exibições gratuitas

As exibições ocorrem em teatros da prefeitura a partir de sábado (2), sempre às 16h

Por: Clara Nobre de Camargo

Circo de Pulgas - 2210
'Circo de Pulgas': Rani Guerra e Cláudio Saltini treinam um inseto (Foto: Teka Queiroz)

Pela terceira vez, a Mostra do Prêmio Femsa de Teatro Infantil e Jovem reúne algumas das montagens que concorrem aos troféus mais importantes desse segmento. Quatro peças participam da seleção e ficam em cartaz até 10 de abril, um dia antes do anúncio dos vencedores. Gratuitas, as exibições ocorrem em teatros da prefeitura a partir de sábado (2), sempre às 16h. “Quem Tem Medo de Curupira?” — no páreo em oito categorias, entre elas melhor espetáculo jovem — é cartaz no Teatro João Caetano na primeira semana. Escrita por Zeca Baleiro, a trama foge de clichês sobre o folclore. Em crise, Curupira (Daniel Infantini), Boitatá (José Renato), Caipora (Thais Pimpão), Saci (Flávio Rodrigues) e Iara (Lavínia Lorenzón) não assustam mais ninguém. Decidem ir para a cidade, onde encontram um índio (Danilo Grangheia, indicado a melhor ator coadjuvante) malandro e aculturado. Em vez de pregarem suas peças e feitiços, os personagens acabam apavorados diante do caos urbano. 

Quem Tem Medo de Curupira - 2210
Elenco de 'Quem Tem Medo de Curupira?': montagem indicada a melhor espetáculo jovem (Foto: João Caldas)

Na disputa por quatro prêmios, incluindo melhor espetáculo infantil, “Circo de Pulgas” está programada para sábado (2) e domingo (3), além do dia 9 de abril, no Teatro Paulo Eiró. Em cenas hilariantes, Cláudio Saltini (finalista como melhor ator) e Rani Guerra, da Cia. Circo de Bonecos, treinam uma pulga “invisível” para atuar em um minúsculo picadeiro. A sequência termina nos dias 9 e 10 de abril com “Na Arca às Oito” (que recebeu quatro indicações), no palco do Teatro Cacilda Becker, e a deliciosa “Espoleta” (na corrida em oito categorias), no Teatro João Caetano.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO