Crime

Quadrilha que roubava joalherias em shoppings é presa

Criminosos participaram de pelo menos três assaltos, dois deles ao mesmo estabelecimento no Shopping ibirapuera

Por: Redação Veja São Paulo

arrastão-shopping-ibirapuera
O Ibirapuera: dois ataques simultâneos (Foto: Avener Prado / Folhapress)

A Polícia Civil divulgou nesta segunda-feira (26) a prisão de cinco integrantes de uma quadrilha que assaltava joalherias em shoppings da Zona Sul de São Paulo. Entre os presos estão o líder do grupo, um ajudante de 39 anos, e uma garota de 16 anos.

+ Nem no shopping é possivel escapar da violência

A polícia acredita que os criminosos participaram de pelo menos três assaltos, incluindo dois casos que aconteceram no Shopping Ibirapuera. A primeira prisão aconteceu no dia 30 de julho, quando a polícia descobriu uma reunião do grupo na favela do Abacateiro, em Interlagos. O líder foi detido no dia 14 de agosto e investiga-se a participação de outras 10 pessoas. Uma mulher, já identificada, está sendo procurada.

Segundo a polícia, o grupo se dividia em três blocos e simulava que estava com artefatos explosivos para intimidar funcionários. Um grupo era responsável por invadir o estabelecimento comercial. Outra parte, denominada “corredor”, tinha funções de observar a movimentação dos seguranças e criar tumulto para desviar a atenção no momento da fuga. O terceiro grupo, batizado de cavalo, ficava fora do shopping, nos veículos, para a fuga.

Crimes

A joalheria Monte Carlo, no Shopping Ibirapuera, foi assaltada duas vezes em um intervalo de duas semanas. No dia 12 de julho, dois casais entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto.Ao mesmo tempo, outra joalheria no mesmo shopping, a The Graces, também era alvo dos criminosos.

No dia 29 de julho, a ação se repetiu. Segundo a polícia, quatro homens participaram do crime, que não envolveu vítimas ou tiros. Após buscas, dois suspeitos foram detidos e um deles confessou a participação no assalto.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO