Luto

Publicitário Francesc Petit morre em São Paulo

Autor de diversos livros e de um roteiro de bares paulistanos, Petit foi um dos precursores de uma nova maneira de se fazer propaganda no Brasil

Por: Redação Veja São Paulo

Francesc Petit
Publicitário e artista plástico Francesc Petit mkorreu aos 79 anos (Foto: Divulgação)

O publicitário Frances Petit morreu nesta sexta-feira (6), aos 78 anos, em São Paulo. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês e seu corpo será velado a partir das 19 horas no Cemitério do Morumbi.

Nascido em 1943, em Barcelona, na Espanha, e naturalizado brasileiro, Petit foi um dos criadores de uma das maiores agências de publicidade do país, a DPZ. Fundada há 45 anos, a agência foi responsável por uma mudança na forma de se fazer publicidade no Brasil. O trabalho era feito por duplas de criação - corresponsáveis pelas campanhas - que também apresentavam suas campanhas aos clientes.

A agência é a responsável pela criação de personagens que marcaram época na publicidade brasileira, como o Garoto Bombril, o Leão do Imposto de Renda e o peru Lequetreque da Sadia. Atualmente, a cartela de clientes é composta por empresas como o Banco Itaú, Coca-Cola, Sadia, BMW e Rede Globo.

Além de diretor de arte, Frances Petit tinha outros múltiplos talentos. Ele era pintor, desenhista, foi responsável pelo projeto da casa onde morava e escreveu diversos livros. Um deles, "De Bar em Bar", era um guia dos principais bares de São Paulo.

Em 2003, em uma entrevista à revista Caras, Petit afirmou que era o primeiro a chegar na DPZ, às 8 horas, e que a partir das 16h dedicava seu dia a outras atividades e à neta, Nina. "Gosto de pintar, assim como amo escrever, cuidar de plantas, arquitetura, desenho, design. Sou um artista compulsivo."

Francesc Petit deixa três filhas, entre elas a blogueira e apresentadora Júlia Petit.

Fonte: VEJA SÃO PAULO