Cidade

MPL protesta em frente à Secretaria de Segurança Pública

Quatro integrantes do movimento estão acorrentados à entrada do prédio. Ato é contra inquérito sobre as manifestações do ano passado

Por: Luan Flavio Freires - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Quatro integrantes do Movimento Passe Livre (MPL) estão acorrentados desde a manhã desta sexta-feira (30) à entrada da Secretaria de Segurança Pública, no centro de São Paulo. Outros cinquenta membros do grupo protestam na região contra inquérito para investigar as manifestações do ano passado. A Rua Lídero Badaró, na altura do número 39, foi interditada pela CET.

+ Idosos flagrados em bingo clandestino são socorridos pelo Samu

De acordo com uma das acorrentadas, Monique Felix, de 27 anos, nove pessoas do movimento já foram convocadas três vezes para prestar depoimento. Nenhuma compareceu, pois consideram o inquérito ilegal. "Queremos falar com o Grella [secretário de Segurança Pública] sobre essa investigação. Não cometemos nenhum crime para sermos investigados", disse.

Lucas Tavares, assessor de imprensa da SSP, afirmou por sua vez que o processo corre dentro da legalidade. Segundo Tavares, a PM não vai interferir no protesto enquanto ele continuar pacífico.

Além dos cerca de cinquenta manifestantes, uma banda toca marchas no local. O desvio de carros é realizado pela Rua José Bonifácio.

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO