Manifestação

Protesto de professores fecha a Avenida Paulista no sentido Consolação

Grupo de manifestantes fechou as ruas da Consolação e Augusta e terminou ato, por volta das 18h30, em frente a prefeitura

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

protesto-edson_castro
Manifestação ocupa todas as faixas da Paulista no sentido Consolação (Foto: Edson Castro)

Em greve desde o dia 23 de abril, professores do ensino municipal da cidade realizaram protesto nesta terça-feira (13). Depois de se reunir no vão do Masp, eles ocuparam a Avenida Paulista no sentido Consolação desde as 16h e encerraram o ato por volta das 18h30 no Viaduto do Chá, em frente à sede da prefeitura de São Paulo.

+ Crianças são flagradas invadindo e furtando escola no interior

A manifestação foi convocada pelo Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem).

A categoria reivindica “valorização do profissional, condições de trabalho, segurança nas escolas, saúde para os profissionais de educação e isonomia entre ativos e aposentados.” De acordo com a Polícia Militar, não houve nenhum conflito durante a manifestação.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO