Educação

Professores estaduais tentam invadir secretaria

Tumulto começou após reunião de representantes do sindicato com o secretário Herman Woorvald

Por: Veja São Paulo

Professores estaduais
Professores tentam invadir sede da Secretaria Estadual da Educação (Foto: Luiz Claudio Barbosa/ Código19/Folhapress)

Manifestação de professores da rede pública estadual terminou em confusão na tarde desta quinta-feira (23), quando um grupo de docentes tentou invadir a sede da Secretaria da Educação, na região central da cidade. O tumulto começou após reunião da Apeoesp (sindicato da categoria) com secretário estadual de Educação, Herman Woorvald. Quando os docentes tentaram invadir o local, policiais reagiram com gás lacrimogêneo e gás pimenta.

Depois de deixarem a sede da secretaria, na praça da República, os professores fizeram passeata pela região. Na quarta-feira (22), manifestação dos professores na Assembleia Legislativa também acabou em confronto com policiais militares

Os docentes estão em greve há 39 dias. Eles reivindicam reajuste de 75,33% para equiparação salarial com as demais categorias com formação de nível superior. Enquanto isso, o governo do estado afirma ter dado reajuste de 45% no acumulado dos últimos quatro anos. Além disso, informa que parte da categoria receberá até 10,5% de aumento de acordo com desempenho em avaliação. Não houve proposta de reajuste geral para toda a categoria.

+ Confira as últimas notícias

Segundo o sindicato, a Secretaria de Estado da Educação propôs 10,5% de aumento para apenas 10 000 professores que se saíram bem em uma prova, ignorando outros 220 000 profissionais da rede. A categoria também pede melhores condições de trabalho. Eles alegam que mais de 3 000 salas de aula foram fechadas, o que provoca superlotação. A garantia de direitos para docentes temporários também está entre as demandas dos grevistas.

Fonte: VEJA