Criminalidade

Professora é sequestrada na saída de hospital na Pompeia

Após visitar o marido que está internado, a mulher de 55 foi abordada por dois adolescentes e um homem; vítima foi obrigada a comprar roupas e tênis para os jovens em um shopping

Por: Veja São Paulo

Sequestro professora
Sequestro de professora: polícia abordou carro com os três rapazes e a vítima na Avenida General Edgar Facó (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Folhapress)

Após visitar o marido internado em um hospital, uma professora de português foi vítima de um sequestro relâmpago na Avenida Pompeia, na Zona Oeste, na noite dessa terça (16). Abordada por três rapazes, ela foi obrigada a fazer saques em um caixa eletrônico e comprar roupas e tênis em um shopping na Lapa. Avisados por segurança do estabelecimento comercial, policiais militares conseguiram deter o trio depois de perseguição.

+ Ônibus Congonhas-Cumbica é alvo de arrastão

Tudo começou quando a professora deixou o centro médico. Ao entrar no carro, ela foi abordada por um rapaz de 13 anos. Na sequência, um homem, de 23 anos, e um adolescente, de 15, aproximaram-se.

Após promoverem saques em um caixa eletrônico em um banco, o trio forçou a professora a seguir para o shopping, onde fizeram compras. Em uma das lojas, a vítima conseguiu fazer um sinal para uma funcionária, que avisou a equipe de segurança.

+ Confira as principais notícias da cidade

Com as informações sobre o modelo e a placa do veículo, policiais militares conseguiram abordar o trio na Avenida General Edgar Facó. O rapaz de 23 anos foi baleado na perna. Os dois adolescentes foram apreendidos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO