TRANSPORTE

Primeiro dia do monotrilho atrai centenas de paulistanos

Passageiros lotaram os trens em percurso entre as estações Vila Prudente e Oratório, na manhã de sábado (30)

Por: João Batista Jr.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Em clima de passeio de fim de semana, com direito a selfies (os autorretratos que viraram febre na internet) e a vídeos feitos com telefone celular, centenas de paulistanos lotaram os trens na inauguração do primeiro trecho do monotrilho, neste sábado (30). O sistema da linha 15-Prata do Metrô ainda é limitado a 2,9 quilômetros, com percurso entre Vila Prudente e Oratório. Mas, no início da fase de "visitação controlada", não foram poucos os curiosos que saíram de casa para conhecer a novidade.

+ 10 curiosidades sobre o novo monotrilho

Inicialmente, o horário de operação será restrito: sábados e domingos, das 10h às 15h, sem cobrança de passagem. Até o início da operação comercial, estão previstos 60 dias de testes.O caminho ligará, ao fim das obras, as estações Ipiranga (linha 2-Verde) e Cidade de Tiradentes, em mais de 26 quilômetros de via. 

No dia da abertura, os trens pararam nas estações de dez em dez minutos - o trajeto de um ponto a outro levou três minutos e meio. A operação correu sem problemas, apesar de duas surpresas negativas: na estação Oratório, só funcionam os banheiros para pessoas com deficiências e faz falta uma conexão direta entre o metrô Vila Prudente e o monotrilho.

Esta é a primeira das três fases de inauguração da linhas. Somente em 2018 serão concluídas todas as obras.O investimento total está estimado em R$ 6,4 bilhões.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO