Gastronomia

Prêmios para os melhores restaurantes, bares e comidinhas

A premiação foi feita pela edição especial "Comer & Beber" de Veja São Paulo

- Atualizado em

Como no ano passado, o HSBC Brasil foi palco da entrega dos prêmios aos 45 campeões de restaurantes, bares e endereços de comidinhas eleitos pelo júri da edição especial "Comer & Beber" de Veja São Paulo. Na festa para 1.200 pessoas, realizada no dia 18, não faltaram surpresas. A grande novidade em restaurantes foi a inclusão da categoria alta gastronomia. Treze dos mais refinados endereços da cidade foram deslocados de suas especialidades originais e só puderam concorrer entre si. Sagrou-se vitorioso o Fasano, nos Jardins. "Estar entre os melhores e ganhar como o melhor é incrível", comemorou o empresário Fabrizio Fasano, que viu as solicitações de suas reservas para o jantar disparar ao longo desta semana. Fasano também levou para casa o título de melhor bar para ir a dois, concedido ao Baretto.

Ainda entre os restaurantes, Belarmino Iglesias Filho faturou dois troféus: o de melhor cozinha variada, para o Figueira Rubaiyat, nos Jardins, e, pela 12ª vez consecutiva, o de melhor carne, para o Baby Beef Rubaiyat, no Itaim Bibi e no Paraíso. "No domingo mesmo sentimos o efeito do prêmio", conta Iglesias. "Nosso movimento aumentou mais de 30% e dobraram os pedidos do queen beef, cuja foto foi publicada na revista." Escolhido o restaurateur do ano, Roberto Bielawski recebeu duas outras placas: a de melhor cozinha rápida, dada à rede Ráscal, e a de melhor hambúrguer, para a Hamburgueria Nacional, no Itaim, da qual é um dos sócios. "É o maior reconhecimento por mais de trinta anos de trabalho", afirma. Outra novidade, o Spot foi agraciado como o melhor lugar para ver e ser visto.

Duas tendências em ascensão pela cidade foram destacadas em comidinhas. Pela primeira vez, laurearam-se as categorias a melhor kebaberia e a melhor temakeria. Venceram o Kebab Salonu, na Rua Augusta, e o Temaki Express, com unidades nos Jardins e na Vila Olímpia. "A premiação nos motiva a melhorar ainda mais nossa cozinha. Além disso, dobrou o movimento", diz o chef e sócio Rodrigo Libbos. Na estréia da categoria bar revelação, que premia lugares inaugurados com grande sucesso entre setembro de 2007 e setembro deste ano, o ganhador foi o Dry, nos Jardins. Criado por Veja São Paulo para homenagear profissionais que contribuíram para a boa mesa paulistana, o prêmio Personalidade Gastronômica foi entregue a Alvaro Lopes, sócio da Casa Santa Luzia. "Fiquei lisonjeado", afirma. "Como sou muito emotivo, todas as vezes que alguém me cumprimenta pelo prêmio eu perco a voz."

Fonte: VEJA SÃO PAULO