Crise hídrica

Prefeito aprova lei que multa quem lavar a calçada

O valor de 250 reais dobra em caso de reincidência

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Desperdício de água
Homem lava faixa de segurança no Ibirapuera (Foto: Moacyr Lopes Júnior/Folhapress)

O prefeito Fernando Haddad acaba de sancionar a lei que proíbe os moradores da capital de lavarem as calçadas. A resolução foi divulgada pelo Diário Oficial da cidade. O descumprimento da ordem pode acarretar em multa de 250 reais e ter o valor dobrado em caso de reincidência.

+ Mesmo sem chuvas, nível do Cantareira permanece estável

Fica proibida a lavagem usando água da Sabesp. Ela só poderá ser feita por varrição e aspiração ou com água de reuso, como de poço ou chuva, desde que seja comprovada esta origem.

Em um primeiro momento, o indivíduo que for pego lavando a calçada levará uma advertência por escrito do fiscal. Caso a ação se repita, vale a multa de 250 reais. A lei entra em vigor a partir deste sábado (18) e a prefeitura tem sessenta dias para regulamentá-la.

Em agosto do ano passado, um grupo passou a pintar nas calçadas a imagem do personagem Cascão, da Turma da Mônica, com a frase "não quero água!", para alertar sobre o desperdício.

Fonte: VEJA SÃO PAULO