Educação

Prefeitura anuncia bônus de 15,38% para professores

O piso de um educador com jornada semanal de 40 horas/aula passará de 2 600 reis para 3 000 reais

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM

fernando haddad
O prefeito Fernando Haddad encaminhou o projeto para a Câmara (Foto: Valter Campanato / ABR)

O salário dos professores, gestores e quadro de apoio da rede municipal de São Paulo sofrerá um reajuste de 15,38%. Com isso, o piso de um educador com jornada semanal de 40 horas/aula, por exemplo, passará de 2 600 reis para 3 000 reais. O projeto de lei com a proposta foi encaminhado pelo prefeito Fernando Haddad para a Câmara no final da tarde desta sexta-feira (9).

+ Prefeitura suspende Feira de Orgânicos do Ibirapuera

De acordo com a prefeitura, o reajuste permitirá o profissional atingir rendimento de quase 9 000 reais no fim da carreira, após 25 anos. A medida foi anunciada em meio à greve da categoria, que está paralisada desde o dia 23 de abril. 

Já os outros profissionais da área vão receber um bônus de 13,43% nos salários. Segundo a prefeitura, a medida representa um aumento de 622 milhões de reais na folha de pagamento somente neste ano.

Além do reajuste, a prefeitura anunciou também a realização de um concurso para a contratação de 3 500 novos professores. As inscrições devem começar a partir do dia 26 deste mês. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO