Gastronomia

Cozinheiros incrementam o cardápio com pratos à base de uísque

No Feed Food, no Jardim Paulista, o estrogonofe é flambado com o destilado. Já no Brado, em Pinheiros, a bebida dá origem a uma calda doce

Por: Jussara Soares

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Em maio, ao preparar o menu especial do Feed Food para o Dia das Mães, o chef Victor Vasconcellos teve a ideia de trocar o conhaque pelo uísque no momento de flambar a carne do estrogonofe. O novo ingrediente agradou à clientela e foi mantido na receita. “É possível associá- lo à gastronomia sem estragar o paladar”, diz ele, que usa uma dose de Chivas Regal 12 anos e promove jantares de harmonização no restaurante do Jardim Paulista, em parceria com a marca. Antes restrito à carta de bebidas, o destilado aparece também no cardápio de sobremesas, lanches e pratos de bares e restaurantes da capital com seu sabor marcante.

+ Milk-shakes com bebidas alcoólicas fazem sucesso em lanchonetes

Isso vem acontecendo não apenas por desejo dos chefs, mas também por incentivo dos fabricantes. A doceira Juliana Motter, da Maria Brigadeiro, por exemplo, associou-se à Johnnie Walker para criar uma versão com o uísque Double Black e chocolate 70% de cacau. A caixa com nove unidades custa 35 reais e seria oferecida apenas no Dia dos Pais, mas continua na loja. De olho nesse mercado, a irlandesa Jameson terá uma “cozinha móvel” circulando por ruas da Vila Madalena a partir do dia 23. Sob o comando do chef André Mifano, do restaurante Vito, o Jameson Food Truck oferecerá hambúrguer com bacon glaceado em melado do uísque, acompanhado de batata frita, por 30 reais.  

Feed Food - uísque
Feed Food: bife estrogonofe com talharim na manteiga (Foto: Mario Rodrigues)

Bife estrogonofe com talharim na manteiga: além do fato de utilizar uísque para flambar a carne, outra característica diferente do prato servido no Feed Food é seu acompanhamento. Em vez do arroz e da batata, comuns aqui no Brasil, ele vem à mesa com uma massa, o talharim na manteiga. Custa 40 reais.  

General Prime Burger - uísque
General Prime Burger: sanduíche regado a uísque (Foto: Tadeu Brunelli)

Jack melted cheddar: criado há três meses pelos chefs Paulo Barros e Francisco Pinheiro, o hambúrguer se tornou rapidamente uma sensação no General Prime Burger, onde já é o mais pedido, com 33% da preferência. Os homens correspondem a 70% dos consumidores do lanche, que leva Jack Daniel’s. Além de queijo cheddar em pasta misturado ao destilado americano, ele combina um bife de alcatra moída, alface, tomate, cebola frita e bacon, no pão preto. É vendido por 28,50 reais.  

Buddies Burger & Beer - uísque
Buddies Burger e Beer: milk-shake alcoólico (Foto: Divulgação)

Smoked whisky: um milk-shake passou a dividir a atenção com as cervejas importadas na Buddies Burger & Beer (cuja primeira unidade foi aberta em agosto) depois que o sócio Gustavo Araújo teve a ideia de incluir Chivas Regal 12 anos na mistura de sorvete de creme e chantili. Por 22 reais, a bebida só é vendida a maiores de 18 anos. Entre os milk-shakes, é o mais popular da casa, com 40% dos pedidos.

Brado Restaurante - uísque
Brado: calda de uísque sobre o brownie (Foto: Divulgação)

Compacto de chocolate: um dos sócios do Brado Restaurante, o chef Pedro Vita inventou há dois anos esse brownie de castanhas com espuma de maracujá, sorvete de café e uma calda de uísque. Para o detalhe final na receita, ele faz um caramelo simples e finaliza com a versão Red Label do escocês Johnnie Walker. Recentemente, a casa renovou seu cardápio, mas a sobremesa de 16 reais continua sendo oferecida graças ao sucesso com os clientes. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO