Futebol

Hipnólogo faz jogadores da Portuguesa andarem sobre vidro

Profissional começou o trabalho na segunda-feira (6) para evitar rebaixamento do time para a série C do Campeonato Brasileiro

Por: VEJA SÃO PAULO

portuguesa
O meia Jocinei no jogo da última terça-feira (7) contra o Vasco (Foto: Agif/Folhapress)

Vale até caminhar sobre vidros para evitar o rebaixamento para a série C do Campeonato Brasileiro. Este é o espírito da Portuguesa, que precisa de 24 pontos nos próximos dez jogos para não cair novamente este ano. Uma das táticas adotadas pelo clube paulista para essa missão difícil foi a contratação do hipnólogo Olimar Tesser, que começou o trabalho esta semana.

"Já na segunda-feira fiz uma palestra de apresentação e uma dinâmica de auto impacto. Ao fazermos os jogadores caminharem sobre o vidro, trabalhamos com o medo. Foi extremamente positivo", conta o ex-goleiro.

+ Fittipaldi comemora 40 anos de seu segundo título da F-1

Tesser já atuou em outros times de futebol, como Paulista, Juventus, Guarani, Ponte Preta, Marília, Náutico e Bahia. Segundo ele, a atividade com os jogadores consiste basicamente em estruturá-los emocionalmente.

"Quando se joga futebol, já está em estado de transe, de alteração das ondas cerebrais. A hipnose ajuda a trazer algumas coisas para o consciente e aperfeiçoar a atuação em campo", explica. "Já me deram a chave do que tenho que trabalhar com eles: crença."

+ Confira as últimas notícias

Na terça-feira (7), depois da dinâmica, os jogadores tiveram o primeiro desafio contra o Vasco, que terminou com uma derrota por 1 a 0. Nada que desanime o hipnólogo. "Apesar do resultado, os diretores e a comissão técnica já me disseram que o comportamento foi diferente. Os atletas estavam atentos, focados e dispostos", diz. "Tem gente que quer ganhar oito, sendo que não jogou nenhuma partida. Enquanto houver matemática para isso, eu acredito que a Portuguesa se recupere."

Fonte: VEJA SÃO PAULO