Arte

Fique por dentro das novidades do Masp

Mostra de Portinari, sala de videoarte e oficina gratuita para crianças integram a programação do museu

Por: Julia Flamingo - Atualizado em

Cabeça de Mulato - Portinari
Tela 'Cabeça de Mulato', de Portinari (Foto: Divulgação)

Portinari misterioso

Entre as 8 000 obras do acervo do Masp, as dezoito telas de Candido Portinari estão entre as mais admiradas pelos visitantes. A partir de 12 de agosto, outras 32 peças do artista serão somadas ao conjunto. A mostra Portinari Popular vai reunir quadros garimpados principalmente em coleções particulares. Ou seja, muitos deles nunca foram expostos ao público. É o caso da tela Cabeça de Mulato, feita em 1934. Na época, o pintor, nascido em Brodowski, no interior de São Paulo, tinha 31 anos. Apesar de a obra estar entre as 5 300 do catálogo raisonné (livro que busca reunir toda a produção de um artista), nunca se soube qual era o seu real paradeiro. 

+ Férias no MAM oferece oficinas gratuitas

Foi durante as pesquisas para a exposição que a equipe do museu conseguiu localizá-la na casa de um colecionador superprotetor — que só aceitou emprestá-la em troca do anonimato completo. O achado também levou a mais uma descoberta. O homem retratado é o mesmo de O Lavrador de Café, da seleção fixa do Masp, e Mestiço, que integra o acervo da Pinacoteca: o moldureiro carioca Nilton Rodrigues.

Ernesto Neto
Instalação do artista Ernesto Neto (Foto: Divulgação)

Quando eu crescer...

Já imaginou seu filho criar ao lado de artistas renomados como Ernesto Neto? O autor das grandes gotas coloridas de crochê (acima), que estiveram em cartaz no MAM em 2010, vai deixar seu ateliê no Rio para ministrar uma oficina de desenho grátis para crianças de 5 a 12 anos, nos dias 30 e 31, das 15 às 17 horas. O carioca Jarbas Lopes também está no programa e comanda a atividade no sábado (23) e no domingo (24), no mesmo horário. Para os pais não ficarem só na vontade, o Masp convida um acompanhante para passear pelos seus andares durante os workshops. As inscrições podem ser feitas pelo site masp.art.br.

Um cantinho para a videoarte

Chega de ficar de pé e com pessoas atrapalhando a sua visão enquanto tenta assistir a um vídeo nas exposições. A partir de setembro, o museu promete inaugurar um cantinho dedicado exclusivamente ao suporte. O espaço permanente, no 2° subsolo, terá cadeiras confortáveis e o silêncio de uma sala de cinema. A iniciativa inédita da instituição promoverá a exibição ininterrupta de vídeos criados por artistas, além de filmes e documentários sobre o mundo da arte. A ideia é expandir a linguagem audiovisual nas mostras, sem cobrar nada a mais por isso. A nova programação estará incluída no valor da entrada, de 25 reais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO