Noite

Pop e ritmos brasileiros fazem sucesso na noite paulistana

Estilos variados e canções que fazem o público cantar junto tomam o espaço de noites dedicadas somente ao eletrônico.

Por: Carolina Giovanelli - Atualizado em

Pop e ritmos brasileiros fazem sucesso na noite paulistana Foto 2
O bar-lounge B4, no Itaim: jazz, rock, black music e samba rock nos pick-ups (Foto: Fernando Moraes)

Batidas repetitivas, efeitos sintetizados e faixas com poucos vocais costumavam dominar a trilha sonora dos bares e baladas paulistanos. Mas esse tum-tum-tum vem dando uma trégua com o surgimento de noitadas que apostam em ritmos brasileiros ou canções pop estrangeiras. ' O público gosta de músicas para cantar junto ', conta Osmar Lopez, DJ residente do bar-lounge B4, no Itaim. ' Quando mesclo vários estilos, percebo que o clima da pista fica mais descontraído. ' Ele anima o ambiente com discotecagens que transitam por jazz, rock, black music e samba-rock. Também no Itaim, o bar Escape substituiu o house costumeiro de suas festas de sábado por hits dos anos 70, 80 e 90.

Batizado de Geração Vinil, o projeto comandado pelo VJ Felipe Solari, da MTV, se sustenta em artistas como Madonna e a banda sueca Abba.

Entraram na onda clubes como o Glória, na Bela Vista. ' Não economizamos nos hits ' , diz a cineasta Mariana Bastos, criadora da mais nova noitada do lugar, a Neverland. ' Tocamos de tudo, porque é cansativo ouvir um só gênero a noite inteira. ' Iniciativa parecida pode ser conferida no Vegas, na Rua Augusta, que sempre teve o eletrônico como foco. Lá, uma vez por mês, a balada PostiT inclui em sua seleção divas pop, a exemplo da maluquete Britney Spears. No quesito música brasileira, as estrelas são os projetos Bailinho e Gambiarra. Importado do Rio de Janeiro, o primeiro faz o estilo divertido. ' O pessoal gosta de ouvir o que conhece ', afirma o produtor Bruno Dias. Domingueira itinerante, a Gambiarra já chegou a receber 2000 pessoas, todas dispostas a sacolejar com um set composto de 90% de canções nacionais. Entre elas, aparecem Odara, de Caetano Veloso, e Vai Desabar, de Gero Camilo. O eletrônico, é claro, continua por aí. Mas as festas paulistanas ganham (ainda bem!) outros coloridos.

PARA CANTAR JUNTO

B4. Rua Amauri, 244, Itaim Bibi, 3073-0464. Terça a sábado, 22h30 às 2h. R$ 30,00 (mulheres) e R$ 80,00 a R$ 100,00 (homens).

BAILINHO. Casa das Caldeiras. Avenida Francisco Matarazzo, 2000, Água Branca, 3873-6696. Dia 19 de dezembro, a partir das 23h. R$ 100,00 (mulheres) e R$ 120,00 (homens).

ESCAPE. Rua Jerônimo da Veiga, 163, Itaim Bibi, 3071-1526. Sábado, 21h30 às 2h30. R$ 30,00 (mulheres) e R$ 60,00 (homens).

GAMBIARRA. Open Bar Club. Avenida Henrique Schaumann, 794, Pinheiros. Informações, 3258-0106. Domingo (8), a partir das 23h. R$ 20,00.

GLÓRIA. Rua 13 de Maio, 830, Bela Vista, 3287-3700. Dia 22, a partir das 20h. R$ 25,00.

VEGAS. Rua Augusta, 765, Consolação, 3231-3705. Sexta (6), a partir das 23h30. R$ 30,00.

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO