Mistérios da Cidade

Torres da Ponte das Bandeiras eram observatório de práticas esportivas

Mirantes foram usados também por "marronzinhos" da CET 

Por: Mauricio Xavier

Importante elo de ligação entre o centro e a Zona Norte, a Ponte das Bandeiras foi inaugurada pelo prefeito Prestes Maia em 25 de janeiro de 1942, durante a festa de aniversário da cidade. Com 120 metros de comprimento, 33 metros de largura e inicialmente batizada de Ponte Grande, a novidade tornou-se um atrativo para o desenvolvimento de bairros como Santana e Tucuruvi, sendo largamente explorada pelo mercado imobiliário da época.

+ As principais notícias da cidade

Sua característica mais marcante, no entanto, são as duas torres de 25 metros de altura. Criados originalmente para o acompanhamento de competições esportivas no entorno, os mirantes localizados no topo de cada uma delas foram usados por “marronzinhos” da CET para monitorar o trânsito na Marginal Tietê. Hoje, esse trabalho é feito por câmeras instaladas por ali.

Fonte: VEJA SÃO PAULO