Cidade

Policial agride cliente barrada em porta giratória de banco

Impedida de entrar em agência, mulher acionou a polícia, mas acabou sendo atirada ao chão por PM 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

 

Barrada em uma porta giratória de uma agência bancária, uma mulher foi agredida por um policial militar. A cliente Cláudia Vieira Moss foi bloqueada no acesso de uma unidade do Banco do Brasil, na Vila Olímpia (Zona Sul), e acabou sendo vítima de agressão após ter acionado a polícia para tentar entrar no local. O caso aconteceu em agosto de 2014, mas só neste fim de semana veio a público, com a divulgação de vídeo de testemunha na internet.

+ Polícia recupera parte da carga roubada do Magazine Luiza

Cláudia explicou à segurança que é portadora de um pino de metal no braço e que, por isso, a porta giratória estava travando. Indignada por não conseguir a liberação, ela acionou a força policial.

A cliente não esperava, no entanto, que acabaria sendo agredida por um dos PMs que atenderam a ocorrência. Durante a confusão, o policial a arrastou com força e a atirou ao chão. Outro agente de segurança interveio para conter o colega.

Procurada, a Polícia Militar informou que a conduta do agente foi inadmissível e que, por causa do episódio, ele foi exonerado em outubro do ano passado. O Banco do Brasil ainda não se pronunciou sobre o caso.

Fonte: VEJA SÃO PAULO