Criminalidade

Policiais suspeitos de matar pichadores são soltos

Agentes alegam que foram recebidos com tiros pelas vítimas

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Quatro policiais militares suspeitos de terem matado os pichadores Alex Dalla Costa e Aílton dos Santos em um prédio na Zona Leste foram liberados nessa quinta-feira (28) pelo Tribunal Militar. Eles estavam presos desde o dia 6 de agosto.

+ Rapaz devolve para dona celular roubado comprado pela internet

Os agentes - um tenente, um sargento e dois cabos - ficaram detidos na corregedoria por um dia e depois foram levados para o Presídio Romão Gomes, na Zona Norte da capital. Cada um deles já matou duas pessoas em outras ocorrências na cidade.

+ Moradores dos Jardins são os que menos economizam água

Alex Dalla Vecchia Costa, de 32 anos, e Aílton dos Santos, de 33, foram mortos no dia 31 de julho dentro de um condomínio na Mooca. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, no boletim de ocorrência ficou registrado que os dois foram atingidos depois de trocarem tiros com policiais militares.

+ Confira as últimas notícias da cidade

Familiares e amigos, no entanto, contestam a versão oficial. Afirmam que os dois eram pichadores e que foram executados. A investigação do caso está sendo feita pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Corregedoria da PM também apura os fatos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO