Política

Polícia Federal marca interrogatório de Marcelo Odebrecht

Presidente da construtora foi preso preventivamente em 19 de junho em etapa da Operação Lava-Jato

Por: Estadão Conteúdo

Marcelo Odebrecht,
Marcelo Odebrecht: empresário foi preso em São Paulo na manhã do dia 19 de junho (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

A Polícia Federal marcou o depoimento de Marcelo Odebrecht para as 9h30 desta quinta (16). O presidente da Odebrecht foi preso preventivamente em 19 de junho na etapa Erga Omnes da Operação Lava-Jato.

Na semana passada, uma força-tarefa apresentou à Justiça Federal documentos que, segundo os procuradores da República que investigam o esquema de corrupção na Petrobras, reforçam a necessidade de manutenção da prisão preventiva do empreiteiro e do ex-vice-presidente institucional da Braskem - petroquímica controlada pela Odebrecht em sociedade com a Petrobras - Alexandrino Alencar.

+ Funcionários usam as redes sociais para apoiar a Odebrecht

Uma delação premiada de Rafael Ângulo Lopes, suposto carregador de malas de dinheiro do doleiro Alberto Youssef, levou os investigadores a essas novas empresas supostamente usadas para pagamentos de propinas. 

+ Lava-Jato: quem são e quanto cobram os defensores dos investigados

O delator informou como o doleiro, peça central da Lava-Jato, entregava dados de contas e recebia os comprovantes de depósitos no exterior supostamente feitos pela empreiteira Odebrecht e pela petroquímica Braskem (controlada pelo grupo), via Alencar.

+ Confira as principais notícias da cidade

A Odebrecht nega envolvimento no esquema investigado pela Lava-Jato e o pagamento de propina.

Fonte: VEJA SÃO PAULO