Crime

Polícia Civil prende onze suspeitos por tráfico na região central

Ao todo, foram catorze mandados de prisão. Três suspeitos estão foragidos

Por: Veja São Paulo

1º dp sé
1º DP: mandados de prisão e busca e apreensão no Glicério (Foto: Reprodução/Google Maps)

Policiais da 1ª Delegacia de Polícia (Sé) fizeram uma operação na região da Baixada do Glicério, na região central, e prenderam onze suspeitos de participar de esquema de tráfico de drogas no local. Entre os detidos, está uma mulher que usava uma criança para levar crack na mochila, com a intenção de despistar os investigadores.

+ Rua 24 de maio, no centro, tem comércio escancarado de drogas

Segundo o delegado Amadeu Ricardo dos Santos, foram três meses de investigação nos quais os agentes identificaram quem recebia, vendia e guardava as drogas. Os pontos de venda ficavam nas ruas São Paulo e dos Estudantes, que são próximas ao prédio do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), faculdades e de restaurantes.

A Justiça deferiu catorze mandados de prisão temporária e dezoito de busca e apreensão. Além dos presos, foram apreendidos quatro mil pedras de crack prontas para venda, maconha e objetos como relógios, pulseiras, que eram usados por usuários na troca pelo entorpecente. Um dos presos é Edirley Morais da Paz, apontado como o gerente da Baixada do Glicério. Três suspeitos estão foragidos.

"Alguns traficantes saíam para praticar assaltos na região após o final do seus turnos nos pontos de venda", afirmou o delegado. A polícia apurou que os vendedores trabalhavam em turnos de 12 horas e ganhavam folga no dia seguinte. Os traficantes também expulsaram famílias que viviam em cortiços e usavam os imóveis como locais para preparar e guardar as drogas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO