Mistérios da Cidade

Especializado em plantas carnívoras, vendedor atrai curiosos na Ceagesp

Desde 1992 no local, Marcos Ono possui mais de 150 espécies, de pequenas mudas a cipós de dois metros

Por: Maurício Xavier

Marcos Ono Planta Carnívora
Marcos Ono Planta Carnívora (Foto: Fernando Moraes)

O agrônomo Marcos Ono acostumou-se a ouvir a pergunta jocosa de clientes brincalhões que passam por seu boxe de plantas carnívoras na Ceagesp: “Alguém já perdeu um dedo por aqui?”. Ele se apressa em desfazer esse mal-entendido. “Isso é coisa de cinema, só crianças caem nessa”, diz.

Seu negócio existe desde 1992 e hoje conta com cerca de 150 espécies, de pequenas mudas a cipós de 2 metros de altura. As mais baratas podem ser levadas por 5 reais. Os entusiastas desse inusitado cultivo pagam até 300 reais para adquirir exemplares raros (abaixo, algumas variedades). 

+ Confira os horários da Feira de Flores e Plantas da Ceagesp +

O manejo não requer muitos cuidados, os próprios vegetais possuem mecanismos para atrair insetos. “Certa vez, vi um caso na literatura botânica de um rato que teria caído no interior de uma planta e sido absorvido por ela, mas isso é extremo”, afirma Ono.

Tabela - plantas carnívoras
Tabela - plantas carnívoras (Foto: Veja São Paulo)

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO