Lazer

Sete motivos para visitar o Planetário do Ibirapuera

Espaço foi reaberto no domingo (24), após ficar mais de dois anos fechado para reformas

Por: Adriana Farias - Atualizado em

planetário projetor céu cosmo astronomia ibirapuera 3
Espaço estava fechado desde 2013 e reformas custaram 1,4 milhão de reais (Foto: Ricardo D’Angelo)

A atividade de contemplar as estrelas, tão comum na Antiguidade e quase impossível nas iluminadas cidades do século XXI, está novamente disponível na capital. O Planetário do Ibirapuera foi reaberto neste domingo (24), após ficar mais de dois anos fechado para reformas. Confira sete motivos para visitar o local:

+ Novo lote de ingressos para mostra de Tim Burton abre quarta (27)

1. São quatro sessões de observação do céu, gratuitas e com duração de quarenta minutos cada. Até o final de fevereiro e durante os meses de férias (janeiro, julho e dezembro), o local atenderá o público em geral de terça a domingo, às 10h, 12h, 15h e 17h. As apresentações incluem música e narração de um professor que ensina fundamentos básicos da astronomia.

2. Alunos de escolas públicas ou particulares terão sessões só para eles nos meses de março, abril, maio, junho, agosto, setembro, outubro e novembro. As apresentações ocorrem de terça a sexta, às 9h, 10h30, 14h e 15h30.

planetário projetor céu cosmo astronomia ibirapuera
O projetor Zeiss Starmaster, com 42 conjuntos de lentes: imagem das constelações (Foto: Ricardo D'Angelo)

3. A nova estrela da sala de 550 metros quadrados é o projetor alemão Zeiss Starmaster, que possui 18 metros de diâmetro, 9 000 fibras ópticas e 42 conjuntos de lentes.

+ Escola de samba promove concurso de sósias de Claudia Raia

4. O espaço passou por uma reforma de 1,4 milhão de reais que contou com recuperação das redes hidráulica e elétrica e das poltronas da sala, que possuem inclinações variadas para que até 320 participantes tragam a melhor experiência das observações do céu.

5. Para unir ainda mais entretenimento e ensino, o espaço oferecerá para o público geral e professores cursos que englobam temas astronômicos de maneira didática.

6. Inaugurado em janeiro de 1957, o complexo astronômico do Ibirapuera foi o primeiro do gênero no Brasil. Seu prédio é tombado.

7. Na construção vizinha, funciona a Escola Municipal de Astrofísica, que oferece aulas sobre a temática e também receberá os visitantes do planetário.

planetário projetor céu cosmo astronomia ibirapuera 2
O local tem capacidade para 320 pessoas (Foto: Ricardo D’Angelo)

Fonte: VEJA SÃO PAULO