Para quem pode

Pink Elephant aposta luz e som de última geração

Filial sul-americana conquista clientela disposta a gastar muito para se divertir na noite

Por: Isabela Rosemback - Atualizado em

Pink Elephant balada luxo
A Pink Elephant se destaca pela iluminação e pelo sistema de som que utiliza (Foto: Divulgação)

Famosos não faltam na Pink Elephant, braço sul-americano da grife estadunidense. Por ali, desfilam celebridades como Paulo Ricardo, Fernando Scherer, Sergio Marone, Malvino Salvador, Cynthia Landsberger, Marco Luque, Junior Lima, Caio Fischer, Suzana Vieira, Hortência, além de estilistas como Carlos Miele e Lilly Sarti.

+ Confira as casas noturnas de luxo da cidade

Bem cotada entre os frequentadores de baladas de alto padrão em São Paulo, a Pink Elephant se destaca pela iluminação e pelo sistema de som que utiliza, além de sua equipe de profissionais de beleza, disponível para retocar o cabelo e a maquiagem das mulheres.

+ Luxo: veja guia com os melhores restaurantes, cinemas, baladas e muito mais

É preciso gastar R$ 70 (mulheres) e R$ 150 (homens) para entrar ou R$ 100 (mulheres) e R$ 250 (homens), consumíveis. Nos dias em que há DJs internacionais convidados, a consumação masculina sobe para R$ 300.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO