Consumo

Comparamos os preços dos brinquedos mais pedidos pela garotada

Descubra onde vale mais a pena adquirir quarenta itens que estão entre os mais vendidos nas cinco principais redes de lojas infantis da cidade

Por: Carolina Romanini e Mariana Oliveira - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Pechinchar é mandamento básico na hora de comprar os presentes para o Dia da Criança. Afinal, o preço dos brinquedos costuma variar bastante de uma loja para a outra - e, ainda que não varie tanto, para quem tem mais de um pequeno em casa, qualquer nota de dois dígitos economizada já é lucro.

+ Cidade das Crianças: um blog de pais para pais

Pesquisamos os preços de quarenta produtos atuais e de coleções passadas que figuram entre os mais pedidos pelas crianças em cinco das principais redes de lojas de brinquedos da cidade. Confira os produtos top 10 para a garotada: 

1. Furby – 399,90 (Armarinhos Fernando, BMart, PB Kids/Ri Happy e Semaan Brinquedos)

2. Aviões El Chupacabra – 49,99 (BMart e Semaan Brinquedos)

3. Boneca Monster High Draculaura Classic – 129,99 (PB Kids/Ri Happy) e 150,00 (BMart)

4. Minion Dave Dançante – 319,99 (Semaan) e 349,90 (PB Kids/Ri Happy)

5. Diário Eletrônico Monster High – 199,99 (Armarinhos Fernando, BMart, PB Kids/Ri Happy e Semaan Brinquedos)

6. Kit Bay Blade Batalha – 89,99 (BMart e PB Kids/Ri Happy) 

7. Transformers Weaponizer Bumblebee – 79,99 (PB Kids/Ri Happy) 

8. Aviões Lançador de Discos – 54,99 (PB Kids/Ri Happy) 

9. Galinha Pintadinha Divertida – 44,99 (Semaan)

10. Lap Top Ferrari com 48 Atividades – 49,90 (Armarinhos Fernando)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Entre as novidades da moda, a variação de preço de uma loja para outra chega a 20%. Já entre os brinquedos de coleções passadas, uma boa alternativa para quem deseja economizar a valer, a diferença pode ser de mais que o dobro.

Na tabela abaixo, veja onde vale mais a pena comprar:  

Dia da Criança - Brinquedos - Tabela VALE ESTA
(Foto: Simone Yamamoto/Veja São Paulo)

Fonte: VEJA SÃO PAULO