Acidente

Barco que estava desaparecido com sete pessoas é encontrado em pedaços

Destroços foram vistos próximo à Laje de Santos, a cerca de 40 km da costa; não há sobreviventes

Por: Estadão Conteúdo

Arquipélago de Alcatrazes Ambiente 2288
Grupo se dirigia à Ilha de Alcatrazes, no litoral norte (Foto: Mario Rodrigues)

Destroços do barco Anjo Gabriel, desaparecido há cinco dias com sete pessoas a bordo, foram encontrados por pescadores na tarde de terça-feira (2) próximo à Laje de Santos, no litoral paulista. Os achados, a cerca de 40 quilômetros da costa, indicam que a embarcação pode ter naufragado. 

Na manhã desta quarta-feira (3), equipes do Grupamento de Bombeiros Marítimos do Guarujá e da Polícia Militar Ambiental retomaram as buscas por corpos ou possíveis sobreviventes. A Marinha deslocou do Rio de Janeiro um navio patrulha oceânico para reforçar a varredura na região. 

+Por causa de contrato, Pelé pode ter que recusar pira olímpica

O pesqueiro Anjo Gabriel deixou a Marina Polyglon, localizada no canal de Guarujá-Bertioga, no início da noite de sexta-feira (29) levando um grupo de pessoas aficionadas por pesca esportiva. O destino informado à Capitania dos Portos seria a Ilha de Alcatrazes, mas o barco não retornou.

O último contato com a Capitania foi feito logo após a partida.

Familiares e amigos dos desaparecidos alugaram barcos e montaram uma força-tarefa para auxiliar nas buscas. Navios mercantes que navegam pela região são informados via rádio para atentar a possíveis náufragos.

+João Doria declara patrimônio de R$ 179 milhões para Justiça Eleitoral

De acordo com o Grupamento de Bombeiros, além do proprietário do barco, Fábio Garbin, estavam na embarcação e estão desaparecidos Dyone Amorim Neves, Ismael dos Santos, Renato Molinari, Rogério Viana, Vandir Assunção do Carmo e Natalino Morita.

Fonte: Estadão Conteúdo