Personalidades

Figurinhas conhecidas revelam quais lugares gostam de frequentar

Entre as casas preferidas para badalação noturna está o Comitê Club, o Studio SP, a The Week, o Lions e o Tapas Club, além do Z Carniceria

Por: Bruna Furlan - Atualizado em

Caricaturas 2192a
(Foto: Veja São Paulo)

Rachel Ripani, 35 anos, atriz

“Prefiro as baladas com personalidade. Tenho ido ao Comitê Club, onde há shows bacanas. Adoro o Studio SP e o Z Carniceria. A música no Sonique é demais, e me divirto bastante no Diquinta. Às vezes me dá vontade de ouvir jazz, e aí sigo para o bar Jazz, nos Fundos, em Pinheiros.”

Renata Somões, 33 anos, apresentadora do programa "Urbano", do canal pago MultShow

“Saio de duas a três vezes por semana, acho uma delícia. Às segundas, costumo ir ao On The Rocks, o projeto de rock do D-Edge, e, às terças, ao Lions ou à Clash. Vou também ao Studio Emme, Comitê Club, Neu, Hot Hot e Vegas. Na sexta, meu destino certo é a festa 'Chaka', no Tapas Club.”

Dudu Bertholini, 31 anos estilista

“Adoro o Lions. É diversificado, sofisticado, um charme no centro. Frequento o lugar às terças e sextas. Curto o clima intimista do Bar Secreto. A noite 'Isto Não É um Karaokê' e as festas do Marcelo Elídio são as melhores. Quando quero uma atmosfera mais jovem, toco para o Glória, que tem uma energia incrível.”

Caco Ciocler, 39 anos, ator

“Gosto muito do D-Edge, mas o CB Bar é mais a minha cara. No meio da noite sempre rola um show, dá para conhecer bandas alternativas, sons novos. As noites de rock clássico são ótimas. 

Caricatura 2192a
(Foto: Veja São Paulo)

Marisa Orth, 45 anos, atriz

“Aprecio lugares que combinam espetáculos com baladas, como o Estúdio Emme, o Comitê Club e o Studio SP. Os bares Grazie a Dio! e Madeleine são ótimos para ouvir música ao vivo. Para dançar, sugiro o baile de black music Green Express, no centro.”

Walério Araújo, 40 anos, estilista

“Sou um oportunista da noite. Se rolar uma festa boa, eu topo. Gosto muito do Glória, onde circula muita gente da moda. Aos sábados, geralmente vou à The Week, que tem música boa e onde encontro muitos amigos. Na Blue Space sempre há shows temáticos bacanas aos domingos. Também adoro o Lions às sextas.”

Fernando Pires, 56 anos designer de sapatos

"Costumo ir ao Sonique às quartas-feiras. Aos sábados, religiosamente há seis anos, passo na The Week. Também não perco a Blue Space no domingo. Os shows são ótimos, e tenho até um camarote cativo. Às vezes troco pela Dorothy Parker, um lugar mais sofisticado, com um pessoal bacana.”

Chris Couto, 50 anos, atriz e apresentadora

“Quando saio para dançar, vou à 'Chaka', no Tapas Club. Toca black music, hip-hop, rock, um som bem variado. Os shows do Studio SP e do Comitê Club têm super a ver comigo. Outro lugar de que gosto é o Z Carniceria.” 

Caricatura 2192a
(Foto: Veja São Paulo)

Otávio Mesquita, 50 anos, apresentador

“Sou da época do Gallery. Eu ia toda quinta-feira. Hoje costumo reunir os amigos em casa. Quando saio, vou ao Ranieri Pipes ou ao B4, que tem uma mesa de sinuca."

Lucilia Diniz, 54 anos, empresária

“O Alucci Alucci e o bar Número são sempre alto-astral, bons para estar com os amigos. Se quero dançar, vou ao Passatempo, onde me sinto muito à vontade.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO