Perfil

Palmirinha Onofre é cozinheira cult

Aos 81 anos, a simpática velhinha começou um novo programa e faz sucesso nas redes sociais

Por: Pedro Henrique Araújo

perfil 2282 - palmirinha
Palmirinha Onofre: cerca de R$ 85.000 por mês e 47.000 seguidores no Twitter (Foto: Fernando Moraes)

Aos 81 anos, com três filhas, seis netos e três bisnetas, a simpática velhinha ainda surpreende os colegas de trabalho pela energia. Nas gravações, Palmirinha Onofre supervisiona todos os passos da produção, além de dar pitacos sobre o cenário e a forma como os ingredientes foram colocados na bancada.

+ Rosely Sayão dá dicas de educação alimentar

+ Saiba quais são as estreias de cinema da semana

Anda feliz da vida com o retorno à TV, depois de pedir demissão da Gazeta, em 2010, alegando descaso da emissora com o seu trabalho. “Eu só fiquei triste por eles não terem deixado que eu me despedisse das amiguinhas que estiveram comigo por lá durante onze anos”, lembra.

Desde julho no canal fechado "Bem Simples", que pertence ao grupo Fox, Palmirinha exibe a mesma fórmula que a tornou conhecida. Durante trinta minutos, prepara uma receita (geralmente bem simples) e conversa com seu assistente de palco, o boneco Guinho. A atração é exibida às quartas, às 22 horas (com reprises às 9 horas e às 19h30 nas segundas e às 14 horas nas quartas).

Embora esteja na briga para fugir do traço na audiência, o programa alcança uma repercussão grande nas redes sociais da internet. No Twitter, a apresentadora virou uma celebridade, com mais de 47.000 seguidores. O espaço é atualizado diariamente com frases de agradecimento e mensagens de incentivo aos fãs. A missão fica a cargo do ator e jornalista Anderson Clayton, que também é a voz por trás do boneco Guinho.

Graças a essa popularidade, a veterana cozinheira possui hoje um rendimento mensal de cerca de 85.000 reais, divididos entre o salário fixo pago pelo "Bem Simples", comerciais exibidos no programa e outras campanhas publicitárias (já apareceu em anúncios de marcas como Itaú, Seara e Ruffles).

É longe, claro, do que ganham as grandes estrelas da TV, mas uma evolução impressionante para uma mulher que lavou carros, engraxou sapatos, foi empregada doméstica e vendeu salgadinhos, entre outras ocupações, depois de se divorciar do marido, em 1984. “Fiz de tudo para ajudar na educação das minhas filhas”, conta.

Ela recebeu sua primeira grande oportunidade em 1994, no "Note e Anote", de Ana Maria Braga, então na TV Record. Depois disso, ganhou seu próprio programa na Gazeta.

Nos últimos anos, virou uma figura cult devido a algumas gafes engraçadas. Uma das trapalhadas que se tornaram hit na internet ocorreu quando teve um lapso de memória no ar. “Aí você esquenta a...”, dizia, até emperrar na frase. Na sequência, o assistente de palco gritou com voz infantil “faaaaca!”, ajudando a completar a sentença.

O episódio entrou para a seleção do Top Five, quadro com erros da televisão do humorístico CQC, da Band. Algum tempo depois, a cozinheira colocou óculos e terno escuro para fazer uma figuração especial na bancada do programa. Em setembro do ano passado, subiu ao palco do VMB, da MTV, para apresentar um dos shows da noite.Por trás das câmeras

A trajetória da apresentadora

Carreira: Palmirinha começou em 1994, no programa "Note e Anote", da TV Record, ao lado de Ana Maria Braga. Com a saída da apresentadora da emissora, recebeu uma proposta para ter um programa na TV Gazeta. Manteve por lá o "TV Culinária" até agosto de 2010. Atualmente, apresenta o "Programa da Palmirinha" no canal fechado Bem Simples.

Rendimento: cerca de 85.000 reais por mês.

Redes sociais: mais de 47.000 seguidores no Twitter

Fonte: VEJA SÃO PAULO