política

Maioria dos manifestantes na Paulista tem curso superior e diz ser branco

Pequisa realizada pelo Datafolha mostra ainda que maior parte tem renda familiar enter 3 940 e 15 760 reais

Por: Veja São Paulo

Protesto Paulista 1608
(Foto: Eduardo Knapp/Folhapress )

Levantamento divulgado pelo Datafolha mostra que 76% dos participantes do ato na Avenida Paulista, no domingo (16), tem curso superior e 75% se declaram branco. A pesquisa revela ainda que a maioria (61%) é homem. Os dados foram divulgados pelo jornal Folha de S.Paulo nesta segunda (17).

+ Saiba tudo sobre o protesto de 16 de agosto 

Segundo o instituto, 135 000 pessoas estiveram no ato contra o governo Dilma Rousseff na Paulista – a Polícia Militar, por sua vez, contabilizou 350 000 manifestantes.

Internautas criam tag #CarnaCoxinha e fazem piada com os protestos

Sobre a renda familiar mensal, 25% disseram receber entre 7 880 a 15 760 reais. A faixa etária predominante era de manifestantes com idade superior a 51 anos (40%). Adultos com idades entre 36 e 50 somavam 30% e aqueles com idades entre 26 e 35 anos representavam 19%. Os jovens, entre 21 e 25 anos, eram apenas 6%.

+ Internautas encontram motivos divertidos para protestar neste domingo (16)

+ Bonecão inflável do ex-presidente Lula vira piada na internet

Quem eram os manifestantes na Paulista

Homens: 61%

Mulheres: 39%

75% se declaram brancos

17% pardos

3% negros

Educação

76% disseram ter ensino superior

20% afirmaram ter ensino médio

4% disseram ter ensino fundamental

Renda familiar (em reais)

25,09% ganham entre 3 940 e 7 880

25% recebem entre 7 880 a 15 760

14,39% recebem entre 15 760 e 39 400

13,28% ganham entre 2 364 e 3 940 

Fonte: VEJA SÃO PAULO