Internacional

Pentágono descobre e bombardeia quartel do Estado Islâmico após selfie

Um jihadista postou selfie que permitiu aos EUA encontrar e destruir seu esconderijo

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

bombardeio estado islâmico
Fumaça após bombardeio na Síria (Foto: Divulgação)

Um jihadista "exibido" publicou uma selfie nas redes sociais e permitiu que um quartel-general do Estado Islâmico (EI) fosse localizado e bombardeado, afirmou um dos chefes da Força Aérea dos Estados Unidos em um café da manhã em Washington. O local do bombardeio não foi revelado pela imprensa americana, que divulgou a notícia na última sexta (5).

+ São Paulo pelos olhos de quem não vê

Os jihadistas do EI, cujo centro fica na cidade de Al Raqqah, na Síria, são considerados especialistas no uso das redes sociais para recrutar jovens no exterior e para amplificar o alcance de sua propaganda. A ferramenta, porém, se voltou contra o grupo quando uma unidade de inteligência da Força Aérea na Flórida encontrou a foto em um fórum aberto.

+ Grupo de sem-teto instala-se em casarão na Rua Honduras

Em menos de 22 horas os analistas de inteligência conseguiram confirmar a informação. Autorizados pela cadeia de comando, enviaram três bombas guiadas destruiram o edifício do Estado Islâmico.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO