Rio 2016

Por causa de contrato, Pelé pode ter que recusar pira olímpica

O ex-jogador de futebol disse que eventos da empresa que cuida de sua marca o impedem de estar na cerimônia de abertura 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

pele
Pelé: convite pendente por causa de patrocinadora (Foto: Reprodução)

Pelé confirmou nesta terça-feira (2) ter sido sondado para acender a pira olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos no Rio nesta sexta-feira (5), mas disse que compromissos com a empresa que cuida de sua imagem o impedem de estar no estádio do Maracanã. O Comitê Olímpico tem feito mistério sobre a personalidade que irá cumprir o gesto simbólico.

+Confira algumas competições olímpicas com ingressos disponíveis

Durante evento da marca Adidas do qual participou ontem, ele disse que aguarda autorização a respeito de uma viagem que já estava agendada para Londres paradar uma resposta definitiva ao Comitê Olímpico Internacional (COI).    

+Pelé se declara à nova esposa em postagem nas redes sociais

Em entrevista ao jornal francês Le Parisien, nesta terça, Pelé disse que acender a pira olímpica é um sonho. "Seria uma honra. Quando o Brasil foi escolhido como sede, recebi a chama. Na abertura dos Jogos de Atlanta, eu conheci Muhammad Ali, que acendeu a pira. Essa é uma das minhas maiores lembranças. No meu país, seria uma grande chance, mas você sabe, eu não estou pedindo nada”, afirmou.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO