publicidade

Teatro

As estreias e reestreias da semana nos palcos

Novos espetáculos agitam o circuito paulistano

5.nov.2012 | Atualizada em 21.nov.2014 por Redação VEJASÃOPAULO.COM

Confira abaixo todas as estreias e reestreias da semana:

+ Leia mais sobre teatro

Encenado pelo grupo Tablado de Arruar, o drama é a segunda parte da trilogia Abnegação. Com texto de Alexandre Dal Farra, que divide a direção com Clayton Mariano, a trama aborda cinco personagens envolvidos com relações de poder em um partido político. Saiba mais.

Peças Monólogo tragicômico

A Geladeira

Sem avaliação

Fernando Fecchio protagoniza o monólogo tragicômico do argentino Raúl Damonte Botana (1939-1987), conhecido como Copi. Sob a direção de Nelson Baskerville, a montagem é centrada em um homem que, no dia do seu aniversário, acorda e encontra um refrigerador no meio da sala. Saiba mais.

Com texto baseado na autobiografia de George Sand, uma das precursoras do feminismo, a peça também acaba mostrando a história de Chopin, com quem ela se envolveu, em seus últimos anos de vida. Saiba mais.

Clássico dos clássicos, a tragédia Hamlet, de William Shakespeare (1564-1616), tem mais uma versão encenada na cidade. Desta vez, ela vem direto da fonte para o palco do Teatro Paulo Autran, no Sesc Pinheiros. Saiba mais.

Resenha por Dirceu Alves Jr.: Fundado pelo diretor, ator e dramaturgo Mário Bortolotto, o grupo Cemitério de Automóveis realiza mais uma edição do festival. Este ano, serão cinco espetáculos do repertório autoral de Bortolotto e mais dois textos dos escritores Daniel Galera e Cristiano Baldi. Saiba mais.

Considerado um dos maiores autores americanos, Tennessee Williams (1911-1983) escreveu textos baseados em conflitos familiares e referências autobiográficas. O drama é formado por duas peças, Esta Propriedade Está Condenada e Por que Você Fuma Tanto, Lily? Saiba mais.

Conflitos da classe média sempre serviram de inspiração para a dramaturgia. Boa parte da obra de Nelson Rodrigues e o roteiro do filme O Discreto Charme da Burguesia, de Luis Buñuel e Jean-Claude Carrière, são exemplos notáveis. Saiba mais.

Peças Drama

Sabiá

3
Veja SP
Sem avaliação

Entre o fim de março e o começo de abril, as cinco décadas do golpe de 1964 foram pouco lembradas no teatro. Com exceção de apresentações especiais, quase nada foi produzido para promover uma reflexão histórica com o público. Saiba mais.

Um executivo mulherengo (papel de Luigi Francesco) nem pensa em firmar compromisso. A notícia de que vai receber uma herança e uma das cláusulas, que exige que ele seja homossexual, originam muitas confusões. Saiba mais.

publicidade

X

Avaliação de VEJA SP

Não foi avaliado

Avaliação de VEJA SP

Péssimo

Avaliação de VEJA SP

Fraco

Avaliação de VEJA SP

Regular

Avaliação de VEJA SP

Bom

Avaliação de VEJA SP

Muito bom

Avaliação de VEJA SP

Excelente

Avaliação dos usuários

Ainda não foi avaliado

Avaliação dos usuários

Péssimo

Avaliação dos usuários

Fraco

Avaliação dos usuários

Regular

Avaliação dos usuários

Bom

Avaliação dos usuários

Muito bom

Avaliação dos usuários

Excelente

Avaliação do usuário

Péssimo

Avaliação do usuário

Fraco

Avaliação do usuário

Regular

Avaliação do usuário

Bom

Avaliação do usuário

Muito bom

Avaliação do usuário

Excelente

Péssimo

Fraco

Regular

Bom

Muito bom

Excelente

Comente

Envie por e-mail