Viagem

Thereza Collor e paulistanos finos selecionam destinos classe A

Himalaia, Turquia, Itália... Saiba onde eles gostam de se hospedar e por que

Por: Iva Oliveira - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

HIMALAIA Thereza Collor, empresária

“Acabei de chegar da Índia e posso dizer que lá realmente é o melhor lugar para quem quer relaxar e ficar bonita. Passei uma semana em Rishikesh e pude fazer vários tratamentos no Spa Ananda, um lugar que recomendo muito. Ali, você não precisa se preocupar nem com a roupa. Eles te oferecem tudo e você faz uma verdadeira viagem porque é muita massagem, alongamento, ioga. O cardápio também é um convite para você entrar no clima. Você pode degustar desde pratos totalmente vegetarianos até carnes de cordeiro, frango ou pato, mas feitas de um jeito muito especial, muito leve. Os Beatles realmente sabiam o que estavam fazendo quando descobriram Rishikesh.”

ATENAS Costanza Pascolato, empresária

“Gosto muito de viajar pela Europa do Norte, principalmente se for acompanhada pelos meus netos, Cosimo e Allegra (filhos de Consuelo, que mora em Florença). Fomos várias vezes à Grécia porque gostamos de passear de barco. Mas em 2007 foi especial porque ficamos em um hotel muito luxuoso e confortável que se chama Grande Bretagne, em Atenas. O que me chamou a atenção no lugar foi que, além vista maravilhosa da Acrópole e o fato de o Parlamento ser bem pertinho, as pessoas eram muito bonitas e se vestiam muito bem para circular nas dependências do lugar. Então, era uma delícia ficar no bar ou no restaurante. Nem dava vontade de sair.”

TÓQUIO Helena Rizzo, chef de cozinha

“Conheci o Japão no ano passado e fiquei fascinada. Fui para Tóquio e Kyoto e pude perceber bem as diferenças entre as duas cidades: uma é supermoderna e a outra mais tradicional. Em Tóquio, amei o restaurante RyuGin, que significa “dragão” em japonês. Está entre os 100 melhores do mundo. Eles têm um menu de degustação que é de deixar qualquer um de queixo caído. Ali você pode experimentar todas aquelas iguarias como enguia e pargo e também apreciar a delicadeza dos pratos que mais parecem esculturas. É muito comum eles usarem flores e ervas para deixar o menu bem colorido. Para eles, a gastronomia deve ser apreciada primeiro pela visão e depois pelo paladar.”

ISTAMBUL Ana Maria Carvalho Pinto, promoter

“A Turquia é realmente um lugar mágico, principalmente Istambul. E o que me encantou não foi aquela coisa de mil e uma noites e sim as rezas, a música, a cultura. Parecia que eu estava lendo um livro de história. Sem falar na beleza das paisagens. Também fui para a Capadócia, onde subi montanhas, andei de balão... Em Istambul, fiquei no Çiragan Palace Kempinski, que tem o melhor café da manhã que já tomei. Tem desde sushi até frutas inacreditáveis, de todas as cores e sabores inimagináveis. E mesmo as frutas que temos aqui, lá tem um gosto diferente. É o caso da laranja, do damasco e da tâmara. Além disso, há um bufê com chás que é uma loucura.”

SABI SAND WILDTUIN, Hugo Prata, diretor de clipes e comerciais

“Já fui para vários lugares paradisíacos, mas um que gostei muito foi a África do Sul. Estive lá em 2006 a trabalho. Nos hospedamos no Sabi Sabi, que é um seis estrelas muito peculiar. Eles não tem aquele luxo que significa mármore de Carrara, mas sim uma decoração típica do lugar, com madeiras e tecidos característicos da África. Tem toda uma atmosfera selvagem em volta, tanto que você não pode sair à noite senão pode dar de cara com um leão. Costumávamos acordar bem cedinho, por volta de 4h30 da manhã, para fazer safári. Depois, retornávamos para o hotel e no final do dia íamos de novo ver os animais. A impressão que eu tinha era de estar em outro mundo.”

SANTO STEFANO BELBO, ITÁLIA Edu Guedes, chef de cozinha

“Sempre gostei da Itália e, inclusive, tenho familiares morando lá, mas um lugar que ficou ainda mais especial porque minha mulher, Dani, e eu passamos a lua-de-mel lá foi o resort Relais San Maurizio, em Santo Stefano Belbo, na região de Piemonte. Além da tranquilidade e do conforto, com jardins imponentes, me impressionou a culinária que eles oferecem. Eles são especialistas em combinações e a carta de vinhos é da melhor qualidade. Comemos massas excelentes e pratos com trufas. Como lá também há um spa, eles usam o vinho para tratamentos estéticos. Nem é preciso dizer que minha mulher adorou, né? Há, ainda, na parte exterior, uma grande piscina externa, em cima do morro, de onde se pode olhar a paisagem em 360 graus. É simplesmente sensacional.”

TAILÂNDIA Sig Bergamin, arquiteto e decorador

“Já fui para a Tailândia duas vezes e é sempre um sonho. Aquele lugar tem algo de mágico e místico. Paisagem deslumbrante, praias paradisíacas e arquitetura diferente. Estive em Phuket em janeiro deste ano e me hospedei no Amanpuri Resort, que chama a atenção logo de cara por causa da exuberância do verde. O hotel tem pavilhões e casas de vila construídos no meio de uma plantação de coco com uma linda vista para o mar de Andaman. Ali você pode só descansar ou fazer passeios incríveis como o que te leva para conhecer uma fazenda de pérolas. Não é à toa que Phuket é conhecida como a Pérola do Mar de Andaman. Ali, há um pouco de tudo: o mar, a montanha, o verde e o pôr-do-sol mais bonito do mundo. É o tipo de lugar para onde quero voltar muitas vezes.”

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO