Comidinhas

Pastifício Primo elabora massas numa cozinha envidraçada

No local, o uruguaio Ivan Schiappacasse comanda a produção de massas, preparadas com auxílio de velhas máquinas restauradas

Por: Helena Galante - Atualizado em

Pastifício Primo
Máquina restaurada: corte dos fios de linguine (Foto: Fernando Moraes)

Quem passa pelo cruzamento das ruas Fradique Coutinho e Artur de Azevedo, em Pinheiros, não deixa de notar. Inaugurado há pouco mais de um mês, o Pastifício Primo chama atenção desde a entrada, na qual permanece estacionada uma charmosa Vespa 1960. Ao transpor a porta, veem-se o balcão e, atrás dele, a cozinha envidraçada. Ali, o uruguaio Ivan Schiappacasse comanda a produção de massas, preparadas com auxílio de velhas máquinas restauradas. A experiência de Schiappacasse no ramo teve início cinco anos atrás em Porto Alegre, onde foi dono de um endereço semelhante. Em 2009, ele vendeu o negócio na capital gaúcha para testar suas receitas em São Paulo. Apesar do pouco tempo de funcionamento, a nova loja demonstra potencial para se equiparar às boas casas da cidade.

Fios frescos, a exemplo do linguine e do fettuccine (R$ 16,90 o quilo), levam trigo de grão duro e precisam de menos de seis minutos na água fervente para ficar al dente. Ambos fazem um casamento harmonioso com o molho pesto de manjericão, nozes graúdas e tiras grossas de parmesão (R$ 49,90 o quilo). Das versões recheadas, o sorrentini é oferecido no cardápio em quinze combinações fixas, como a caprese, mix de tomate seco, manjericão e mussarela bovina mais mussarela de búfala e queijo fundido (R$ 31,90 o quilo). Para a entrada, peça a forte berinjela do tio carmelo (R$ 36,90 o quilo). Ralada e mergulhada no azeite, ela recebe uma generosa dose de pimenta-calabresa. Pelo mesmo preço, há uma opção menos picante.

Pastifício Primo. Rua Fradique Coutinho, 211, Pinheiros, tel. 3881-9080. 9h/21h (dom. e feriados até 14h). Cc: todos. Cd: todos. www.pastificioprimo.com.br.

COMIDA ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO