CRIANÇAS

Passeio no bosque: avaliamos o Parque Municipal Chácara do Jockey

O espaço fica na região do Butantã e conta com quadra poliesportiva, pista de skate e um campo de futebol

Por: Mariana Rosário

Pista de Skate
Pista de Skate: para quem está começando ou profissionais é um belo divertimento (Foto: Mariana Rosário)

Depois de passar por algumas reformas, a antiga Chácara do Jockey tornou-se um parque municipal. A abertura da primeira fase do projeto aconteceu no último dia 30 de abril e os visitantes podem conferir o novo espaço de segunda a domingo, das 6h às 18h. Ainda inacabado, o local de lazer com 143,5 mil metros quadrados guarda alguns perrengues e algumas boas descobertas para os visitantes. Quer saber se vale a pena passar por lá no próximo final de semana? Então, confira a avaliação:

+ Piscina de bolinhas gigante de Procurando Dory em Shopping de SP

Obras
Obras: boa parte das áreas ainda tem aquela cara de coisa inacabada (Foto: Mariana Rosário)

Merecem um like

- A pista de skate: é bem espaçosa e tem vários níveis de altura. Os obstáculos também estão lá, são degraus, um corrimão e muitas rampas para os praticantes da modalidade mostrarem seu talento. Quem ainda estiver aprendendo pode ficar nos níveis mais fáceis (ufa!)

- Quadra poliesportiva: recém-inaugurada, está bem novinha e dá para improvisar aqueeele futebol, vôlei, basquete e todos esses esportes que a gente jogava na escola – e sente saudade até hoje.

Gol
Gol: algumas traves para jogar futebol são móveis (Foto: Mariana Rosário)

- Campo de futebol: o espaço com gramado pode receber várias partidas simultâneas, isso porque algumas traves com redes estão espalhadas por lá. Alguns “gols” são móveis, basta arrastar as rodinhas e selecionar o melhor lugar para bater uma bolinha.

- Sinalização: as plaquinhas estão por toda parte e são bem visíveis. Elas ajudam bastante, principalmente porque os caminhos lá dentro podem parecer meio confusos na primeira visita. 

+ Nove serviços do Uber que você provavelmente nem fazia ideia que existiam

Banheiros
Banheiros: não tinha papel, mas o chuveiro estava funcionando (Foto: Mariana Rosário)

Não merece like

- Banheiros: quando visitamos, boa parte deles estava sem papel e com sacos de lixo improvisando a lixeira. Também não encontramos papeis de secar as mãos depois da lavagem. Ao menos os chuveiros funcionavam bem.

- Opções para a diversão: em parques como o Villa-Lobos e o Ibirapuera, encontramos aluguel de bikes na porta. Desde sua inauguração no dia 30 de abril, o serviço ainda não está disponível. Quem não tiver a própria magrela terá que aproveitar o lugar caminhando mesmo.

- Algumas partes inacabadas: apenas a primeira parte do local foi inaugurada. Então, ainda tem muita gente trabalhando e algumas partes como a Área de Convivência estão completamente vazios. Para quem visita, pode bater aquela sensação de que têm alguma coisa faltando.

Quadra e Pista
Quadra e pista: as duas áreas já são hit no parque e estão sendo frequentadas por grupos de jovens e adolescentes (Foto: Mariana Rosário)

+ Cinema Caixa Belas Artes ganha sala inspirada nos antigos drive-ins

Dicas:

  • 1. Para quem vai de ônibus, não tem segredo. O parque fica ao lado do ponto sentido bairro e em frente ao ponto sentido centro na Avenida Francisco Morato. O mesmo serve para os ônibus que passam na Avenida Pirajussara.
  • 2. Evite sapatos de cores claras e nem pense em ir com seu tênis novíssimo. A quantidade de terra batida é grande, você pode sair de lá bem sujinho.
  • 3. Leve lanchinhos: por enquanto, comer por lá é um desafio. As lanchonetes e fast foods não estão muito perto e food trucks ainda não deram as caras. Vale a pena investir em uma lancheirinha mesmo. 
Quadra Poliesportiva
Quadra poliesportiva: é um dos pontos altos do local e está completamente finalizada (Foto: Mariana Rosário)

Fonte: VEJA SÃO PAULO