Mistérios da Cidade

Parque da Água Branca: construção afeta lençol freático e mata carpas

Por: [Edison Veiga e Regina Cazzamatta] - Atualizado em

Faz quatro anos que os dois tanques de carpas do Parque da Água Branca estão secos. Com o sumiço de 1 milhão de litros de água, seus 700 peixes morreram. Um inquérito do Ministério Público estadual mostra que a construção do edifício Reserve du Parc, em Perdizes, teria afetado o lençol freático das redondezas. Depois de muito bafafá, a construtora decidiu arcar com a responsabilidade e corrigiu parte do problema. Para a água voltar aos tanques, só falta a prefeitura autorizar os reparos no subsolo da Rua Ministro Godói. O pedido foi feito na última terça (18).

Fonte: VEJA SÃO PAULO