Novidade

Dono do Paris 6 inaugura misto de restaurante e casa de espetáculo

Empreendimento teve investimento estimado em 5 milhões de reais; além da comida, conceito de dinner show terá direito a plumas, gaiolas e pernas à mostra

Por: Fábio Galib

Paris 6 by Night
Espetáculo burlesco do novo 'Paris 6 by Night' (Foto: Clayton Vieira)

Abrem-se as cortinas. A loira com pinta de Marilyn Monroe dança dentro de uma enorme xícara. Algumas cenas depois, um casal aparece sobre a estrutura suspensa em forma de lua e, ao som de piano, faz performances acrobáticas. Outros números que envolvem dança, ilusionismo e humor, com direito a plumas, gaiolas e muita perna à mostra, compõem os esquetes sobre os quais se constitui Banquete.

+ Palmirinha faz hambúrguer especial para o McDonald’s

Com estreia prevista para apróxima sexta, 19, o espetáculo será o primeiro de uma nova casa de shows da cidade, o Burlesque Paris 6 by Night. Fruto de um investimento estimado em pelo menos 5 milhões de reais, o lugar tem capacidade para 300 pessoas e foi construído em um imóvel de 1 000 metros quadrados ao lado do Teatro Procópio Ferreira, na Rua Augusta.

O nome pomposo do local entrega: trata-se de uma empreitada de Isaac Azar, do Paris 6, o restaurante nos Jardins que há dez anos é sucesso de público, a despeito das  críticas gastronômicas negativas. O sucesso do estabelecimento deu origem a uma rede, com seis filiais. "O Burlesque tem a proposta de ser um dinner show”, explica Azar. Ou seja, será um espetáculo meio cabaré, meio circo, no qual é servido o jantar durante o intervalo. Não por acaso, ele tem como sócio o produtor teatral Sandro Chaim, que exibe no currículo grandes musicais como Hairspray e Os Produtores.

Isaac Azar
Isaac Azar: conceito de dinner show (Foto: Mario Rodrigues)

No salão da frente vai funcionar uma espécie de versãoreduzida do Paris 6, com foco maior em comidinhas e drinques elaborados pelo consultor Ricardo Bassetto. É no ambiente seguinte que ficam o palco, emoldurado por cortinas vermelhas, e uma plateia, repleta de mesas. Para desfrutar o tal dinner show, os ingressos variam de 230 a 350 reais, dependendo da localização do espectador. “Estamos propondo algo que nunca se viu em termos de entretenimento”, afirma Azar. “Foram quase doze meses de preparação para oferecer um espetáculo de nível internacional”, endossa Chaim. Se as previsões da dupla se confirmarem, Banquete deve ficar um ano em cartaz.

Fonte: VEJA SÃO PAULO