Acidente

Paraquedistas morrem após se chocarem durante salto

Esportistas estavam no Centro Nacional de Paraquedismo, em Boituva, no interior

Por: Andreza Monteiro - Atualizado em

amilton paraquedas boituva
(Foto: Reprodução/Facebook)

Dois paraquedistas morreram em um acidente enquanto saltavam de paraquedas na tarde da última quarta-feira (29), em Boituva, no interior do estado. Segundo a Polícia Civil, Gustavo Correa Garcez, de 39 anos, e Marcos Guilherme Bastos Padilha, de 47 anos, se chocaram no ar momentos antes do pouso.

Os atletas decolaram por volta das 16h30 em um avião do Centro Nacional de Paraquedismo (CNP), local conhecido por praticantes da modalidade. Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros foram acionadas e realizaram o atendimento de emergência. Os dois homens foram levados em estado grave ao Hospital São Luiz, em Boituva, mas não resistiram aos ferimentos.

+ Aluno passa mal durante salto de paraquedas e é salvo por instrutor

Os corpos de Marcos Guilherme e Gustavo Corrêa foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Itapetininga e liberados nesta quinta-feira (30), pela manhã, para o sepultamento, que deve ocorrer na capital, onde os dois residiam.

Olimpíadas

Uma agente da polícia que participou do socorro às vítimas informou à reportagem de VEJA SÃO PAULO que outros esportistas relataram que ali acontecia um treinamento para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

+ Agora é possível "cair de paraquedas" em plena Marginal Pinheiros

No entanto, a assessoria de imprensa do Comitê Rio 2016 não confirma a informação: "Não há nehuma previsão de apresentação que envolva paraquedismo nas cerimônias dos jogos, nem para a abertura, nem para o encerramento."

Fonte: VEJA SÃO PAULO