Cidade

A convite do Papa, Haddad fala sobre sustentabilidade no Vaticano

"As cidades contemporâneas foram sufocadas pela privatização dos espaços públicos", escreveu o prefeito de São Paulo

Por: Nataly Costa - Atualizado em

ciclovia haddad
Haddad na ciclovia: prefeito vai falar sobre desenvolvimento sustentável nas grandes cidades (Foto: Gero/Folhapress)

O prefeito Fernando Haddad (PT) está na Itália, em uma viagem a convite do Vaticano, onde falará em um painel sobre desenvolvimento sustentável na manhã de terça (21), na presença do Papa Francisco. Ele é um dos 58 prefeitos de diversas cidades do mundo convidados para discutir o tema "Escravidão moderna e mudanças climáticas: o comprometimento das cidades". Haddad viajou na noite de domingo (19) e nesta segunda (20) tem um encontro com o prefeito de Roma, Ignazio Marino. 

Do Brasil, apenas Haddad e Eduardo Paes, do Rio, irão falar. Outros cinco prefeitos brasileiros estão no simpósio: José Fortunati (Porto Alegre), Gustavo Fruet (Curitiba), Paulo Garcia (Goiânia) e Márcio Lacerda (Belo Horizonte) e Antônio Carlos Magalhães Neto (Salvador). 

+ TAM perde criança no Aeroporto de Guarulhos

Líderes de capitais como Madri (Espanha), Paris (França), Estolcomo (Suécia), Boston e São Francisco (EUA) e Vancouver (Canadá) também estão na comitiva. O único governador presente é o da Califórnia, Jerry Brown. 

Para o evento, cada um mandou uma declaração oficial. Haddad escreveu que "as cidades contemporâneas foram sufocadas pela privatização dos espaços públicos, pelo individualismo e pelo consumismo. Esse processo teve um impacto muito forte no equilíbrio ambiental e sócio-econômico, colocando em risco a sobrevivência humana. O papel dos prefeitos é dar atenção prioritára a essa questão". 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO