Consumo

Osklen abre loja em novo shopping sem preços na vitrine

É obrigatório por lei mostrar os valores de cada peça; só dois itens tinham etiqueta no centro de compras Cidade de São Paulo

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Uma loja da Osklen no recém-inaugurado shopping Cidade de São Paulo está funcionando sem o preço de todas as peças na vitrine. Em uma visita ao local na tarde desta segunda (4), a reportagem de VEJA SÃO PAULO constatou que a maioria das roupas expostas não tinha etiqueta com o valor.

Desde 2004, a lei 10.962 obriga os comerciantes a expor o preço de cada peça na vitrine, para que o consumidor saiba quanto custa o produto antes de entrar na loja. Em 2006, o decreto 5.903 regulamentou essa lei, especificando que o valor deve ser informado de forma visível, clara e direta, sem obrigar o cliente a fazer qualquer tipo de conta. 

+ Detalhes da inauguração do novo shopping

Na Osklen do novo shopping, as calças, blusas e casacos expostos não tinham etiqueta à mostra. As exceções foram um colar e uma pulseira, de 247 reais e 167 reais, respectivamente.

Questionada, a marca afirmou que tem como norma indicar os preços de todas as peças, estejam elas na vitrine ou no interior do estabelecimento. "Na recém-inaugurada loja no Shopping Cidade de São Paulo, os preços ainda não estavam expostos porque a equipe estava terminando de montar a vitrine e ainda providenciando a precificação dos produtos no momento em que a reportagem fez a visita ao shopping. Logo em seguida os preços já estavam expostos". 

+ Dez motivos para visitar o Cidade de São Paulo

Localizado no número 1230 da Avenida Paulista, na esquina com a Rua Pamplona, o terreno do shopping já abrigou suntuosa mansão do conde italiano Francisco Matarazzo (1854-1937), pioneiro da industrialização brasileira, demolida em 1996. O centro de compras tem 160 lojas, praça de alimentação, teatro e cinema distribuídos por cinco pisos. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO