Shows

Projeto Os Brotos Também Amam reúne românticos modernos

Marcelo Jeneci, Del Rey, Tiê e Filipe Catto se apresentam no Sesc Vila Mariana na semana do Dia dos Namorados

Por: Carol Pascoal

Marcelo Jeneci 2273
Marcelo Jeneci: ele apresenta o álbum 'Feito pra Acabar' na terça (12) (Foto: Divulgação)

Levar a pessoa amada a um show de música romântica que não seja brega pode valer por um bom presente. Criada pelo Sesc Vila Mariana, a série Os Brotos Também Amam traz uma seleção de jovens artistas para interpretar canções do gênero — autorais e que marcaram época. De terça (12) a quinta (14), três espetáculos celebram o amor. Abre o projeto o compositor e multiinstrumentista Marcelo Jeneci, acompanhado de sua banda e da cantora Laura Lavieri.

Além de explorar preciosidades do bom disco de estreia “Feito pra Acabar”, de 2010, como “Café com Leite de Rosas”, “Pra Sonhar”, “Dar-te-ei e Felicidade”, ele ainda toca algumas composições de Roberto Carlos. “Esqueça” é uma das garantidas.

+ Dia dos Namorados: o melhor da cidade para apaixonados e solteiros

+ Os shows que agitam a cidade

Del Rey 2273
China, do Del Rey: canções de Roberto e Erasmo Carlos na quarta (13) (Foto: Divulgação)

Formado pelo carismático China, cantor e VJ da MTV, e por membros do Mombojó, o grupo pernambucano Del Rey marca presença na quarta (13). Habitué da região do Baixo Augusta, o conjunto apresenta versões divertidas de Roberto e Erasmo Carlos. O público pode esperar por “Como É Grande o Meu Amor Por Você”, “Querem Acabar Comigo” e “Eu Te Darei o Céu”. Aviso aos rapazes: o vocalista costuma criar histeria entre a mulherada assim que aparece em cena (até lembra o Rei nos tempos da jovem guarda).

Filipe Catto
Filipe Catto: na quinta (14), ele divide o palco com a cantora Tiê (Foto: Divulgação)

Encerram a programação, na quinta (14), a paulistana Tiê e o gaúcho Filipe Catto. Cada um entoa quatro músicas de seus respectivos trabalhos. Enquanto ela pinça faixas de “Sweet Jardim” (2009) e “A Coruja e o Coração” (2011), ele mostra tangos, boleros e sambas — de maneira bela e teatral — do CD “Fôlego” (2011). Juntos no palco em outro momento, exibem “Um Dia de Domingo” (Michael Sullivan e Paulo Massadas) e “João e Maria” (Chico Buarque e Sivuca).

Fonte: VEJA SÃO PAULO