Serviço

Prepare-se para Orlando antes de embarcar

Crianças muito pequenas aproveitam a viagem? É melhor alugar um carro ou andar de táxi? Confira as respostas a essas e outras dúvidas

Por: Helena Galante - Atualizado em

antes de embarcar 6a
(Foto: Veja São Paulo)

Preciso de visto americano? Sim. Para conseguir o visto de turista (B2), você deve entrar no site usvisa-info.com e selecionar o Brasil como país de origem. Será então encaminhado para uma página em português com o passo a passo detalhado do processo. Depois de preencher os formulários, é necessário pagar uma taxa de US$ 160,00 para só então agendar uma entrevista.

+ Saiba como solucionar 10 problemas comuns em viagens

+ Carimbo para entrar nos EUA sai em até três semanas

A boa notícia é que no endereço consular dos Estados Unidos em São Paulo, por exemplo, o tempo de espera até a entrevista tem sido de menos de quinze dias. Não custa lembrar: menores de idade que estão viajando desacompanhados precisam de autorização expressa dos pais com firma reconhecida para embarcar.

Olho na régua! Por uma questão de segurança, todos os parques estabelecem uma altura mínima para andar nos brinquedos. O primeiro patamar é 81 centímetros. Se o seu filho medir menos que isso, é melhor adiar um pouco a viagem. Com 102 centímetros, dá para entrar em algumas atrações mais emocionantes. Acima dos 138 centímetros, todas as montanhas-russas estão liberadas.

Antes de embarcar 6b
(Foto: Veja São Paulo)

Qual é a época do ano ideal? O período das férias escolares de julho coincide com o verão americano, quando os termômetros chegam à casa dos 33 graus. Nessa época, as chuvas são frequentes, mas passageiras. Para encontrar temperaturas mais amenas, prefira os meses de janeiro e fevereiro, com mínimas de 10 e máximas de 23 graus. Na dúvida, ande com protetor solar, capa de chuva e moletom.

Antes de embarcar 6c
(Foto: Veja São Paulo)

Vale a pena usar meu celular no exterior? É melhor evitar ou se preparar para uma facada no bolso. As operadoras brasileiras costumam cobrar taxas de roaming internacional caríssimas, principalmente para utilizar o serviço de dados da internet (cerca de R$ 36,00 por 1 mega). Uma alternativa mais viável é comprar um celular local pré-pago em supermercados e farmácias como Walmart e Walgreens. Há modelos a partir de US$ 14,99. Os cartões para ligações variam de US$ 10,00 a US$ 50,00.

Pago em dinheiro ou com cartão? Todas as compras com cartão de crédito no exterior são acrescidas do imposto sobre operações financeiras (IOF), cuja alíquota é de 6,38%. Se você possui algum sistema de pontos ou milhagens, pode valer a pena. Caso contrário, é melhor adquirir um cartão pré-pago e recarregável oferecido por algumas bandeiras. Além de ser aceito na maioria dos estabelecimentos, ele permite o saque de dinheiro em espécie nos caixas automáticos conveniados.

tabelas roupas medidas
(Foto: Veja São Paulo)

Seguro-saúde: Todos os gastos hospitalares nos Estados Unidos são muito altos. Confira com antecedência se o seu plano de saúde ou cartão de crédito prevê cobertura internacional. Senão, contrate um seguro-viagem e evite que um imprevisto comum como uma intoxicação alimentar se transforme numa despesa extra que não deixará saudade.

O melhor meio de transporte: Andar de táxi sai caro, já que as distâncias entre os pontos turísticos são grandes. Linhas públicas de ônibus praticamente inexistem. Sem dúvida, vale a pena alugar um carro. Exija apenas que o veículo venha equipado com GPS, para não se preocupar nem com o caminho. Algumas das operadoras locais são a Avis (Tel: 888 849-0277), a Global Rent a Car (Tel :407 440-6074) e a Hertz (Tel: 407 872-0112). Por uma semana, dá para encontrar veículos econômicos com ar-condicionado por até US$ 120,00.

Antes de embarcar 7b
(Foto: Veja São Paulo)

Quanto custam os parques?

WALT DISNEY WORLD  - Vale para Magic Kingdom, Epcot, Animal Kingdom e Hollywood Studios

Tipo de passe: O básico dá direito a um parque por dia. Para visitar dois deles no mesmo dia, pagam-se mais US$ 35,00

1 dia: US$ 83,00 (3 a 9 anos) e US$ 89,00

2 dias: US$ 164,00 (3 a 9 anos) e US$ 176,00

3 dias: US$ 225,99 (3 a 9 anos) e US$ 242,01

4 dias: US$ 239,00 (3 a 9 anos) e US$ 256,00

UNIVERSAL - Vale para Islands of Adventure e Universal Studios

Tipo de passe: a entrada mais vantajosa chama-se park-to-park e permite mudar de parque durante o dia

1 dia: US$ 117,00 (3 a 9 anos) e US$ 123,00

2 dias: US$ 129,99 (3 a 9 anos) e US$ 139,99

3 dias: US$ 140,99 (3 a 9 anos) e US$ 152,99

4 dias: US$ 146,99 a (3 a 9 anos) e US$ 159,99

SEAWORLD

Tipo de passe: Entrada exclusiva neste parque

1 dia: US$ 76,99 (3 a 9 anos) e US$ 84,99

AQUATICA

Tipo de passe: Entrada exclusiva neste parque

1 dia: US$ 44,99 (3 a 9 anos) e US$ 49,99

BUSCH GARDENS

Tipo de passe: entrada exclusiva neste parque

1 dia: US$ 76,99 (3 a 9 anos) e US$ 84,99

DISCOVERY COVE

Tipo de passe: inclui o nado com golfinho e a entrada em mais dois parques: SeaWorld e Aquatica

1 dia: US$ 229,00 a a US$ 329,00

 

Economize tempo e dinheiro

Se você comprar todos os ingressos juntos, poderá conseguir descontos extras. O passe múltiplo chamado Orlando Flex Ticket é vendido pela RCA Turismo. Os preços cobrados no Brasil são iguais, e você evita filas nas bilheterias. Uma vez dentro dos complexos da Disney, abuse do Fast Pass, um sistema que permite entrar nos brinquedos concorridos com hora marcada. Nos demais parques, é preciso pagar para fugir das filas comuns. 

Telefones úteis

DDI dos Estados Unidos: 1

Código de área de Orlando: 407

Para ligar para o Brasil: 011 + 55 + DDD + telefone

Brasil a cobrar pela Embratel: 0800 703 21 11 e 1 800 344 1055

Emergências: 911

Polícia rodoviária: 347

Consulado-geral do Brasil em Miami: 305 285-6200

Centro de informações turísticas Visit Orlando: 407 363-5872

Fonte: VEJA SÃO PAULO