Transporte

Ônibus são denunciados na internet

Promotor reúne denúncias e reclamações em site e página no Twitter

Por: Maria Paola de Salvo - Atualizado em

Ponto do Viaduto Brigadeiro Luís Antônio
Mazloum, num ponto do Viaduto Brigadeiro Luís Antônio: atualizações diárias (Foto: Cleiby Trevisan)

Boa parte dos blogueiros abre sua caixa de comentários à procura de elogios e mensagens de apoio. Não é o caso do promotor de Justiça Saad Mazloum, do Ministério Público do Es­­tado de São Paulo. Autor do Blog do Ôni­­bus (www.onibus.blog.br), ele está atrás de reclamações. ' Busco toda e qualquer informação sobre o transporte público da cidade ', afirma ele. Em maio, Mazloum instaurou um inquérito civil para apurar uma denúncia do vendedor Moisés de Araújo, que se queixava de superlotação na linha 8594-0 (Cidade D’Abril-Praça Ramos). Foi a campo investigar o caso e descobriu problemas em todo o sistema. ' Dois dias depois, pus o blog no ar para falar diretamente com a população ', conta o promotor, que não costuma andar de ônibus. Atualizado quase que diariamente, o site é o único do Ministério Público criado exclusivamente para fins investigativos. Há ainda no Twitter uma espécie de filial do blog (http://twitter.com/blogdoonibus). Mazloum promete analisar cada uma das 1 342 linhas de transporte coletivo da cidade. ' Não im­­porta quanto tempo isso demore, vou pror­­­rogar o prazo do inquérito por mais meio ano”, diz ele. “Se a prefeitura se omitir e não der soluções, podemos até entrar com uma ação civil pública por improbidade administrativa. '

Entre os 1 700 comentários recebidos até agora, os mais frequentes são reclamações sobre intervalos excessivos entre um veículo e outro, superlotação e direção perigosa. “As empresas costumam pôr para rodar um número de carros menor do que o previsto em contrato”, afirma. Quando alguma linha acumula muitas queixas, o promotor-blogueiro en­­­­via um ofício pedindo explicações à SPTrans. Além disso, desloca um representante para verificar o que está errado e documentar tudo com fotos e vídeos. Depois, ouve dirigentes das empresas e coloca a ata da reunião e o eventual compromisso firmado entre eles no blog. ' Acompanhamos sempre o blog e acho ótimo termos canais assim para o público se manifestar ', diz o secretário municipal de Transportes, Alexandre de Moraes. ' Já solucionamos 156 dos 473 pedidos enviados pelo promotor. '

Fonte: VEJA SÃO PAULO